Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17144
Título: Qualidade de vida de adultos com dificuldade intelectual e desenvolvimental : aplicação da escala pessoal de resultados
Autor: Fernandes, Mimi Primavera
Orientador: Ribeiro, Célia
Simões, Cristina
Palavras-chave: Qualidade de Vida
Dificuldade Intelectual e Desenvolvimental
Inclusão Escolar e Social
Quality of life
Intellectual and Developmental Difficulties
Scholar and Social Inclusion
Data de Defesa: 10-Abr-2014
Resumo: O presente estudo tem como principal objetivo verificar como as pessoas adultas com Dificuldade Intelectual e Desenvolvimental (DID) percecionam a sua Qualidade Vida (QV) e os técnicos que com estes trabalham. Na recolha de dados utilizou-se a Escala Pessoal de Resultados (EPR). Este instrumento de medida está baseado em 8 domínios (Desenvolvimento Pessoal, Autodeterminação, Relações Interpessoais, Inclusão Social, Direitos, Bem-Estar Emocional, Bem-Estar Físico e Bem-Estar Material) descritos para avaliar a QV desta população e engloba 2 Índices de QV (Opinião Pessoal e Observação Direta). A amostra é constituída por 65 indivíduos pertencentes a 2 Instituições, sendo elas, a Casa de Santa Isabel e a Associação de Beneficência Popular de Gouveia. 37 indivíduos são do género masculino (56,9%) e 28 do género feminino (43,1%), com idades compreendidas entre os 18 e os 58 anos de idade, que apresentam diagnóstico de DID intermitente (n=31; 47,7%) e limitada (n=34; 52,3%). Participaram, igualmente, técnicos (n=8) que incidem diretamente sobre a população com DID. Estes possuem idades compreendidas entre os 32 e os 56 anos, sendo que na sua maioria são do género feminino (n=6). As habilitações literárias vão desde o Ensino Secundário (n=3), Licenciatura (n=3) e Mestrado (n=2). Os resultados obtidos apontam para a existência de uma relação positiva moderada entre o Índice de QV (Opinião Pessoal) e o Índice de QV (Observação Direta), demonstrando que existe uma correlação entre estes dois índices (p=0,000), sendo esta positiva moderada (rho=0,509). Relativamente aos domínios em análise, os adultos com DID atribuíram valores mais elevados ao domínio das Relações Interpessoais (x=2,06), o que significa uma maior importância atribuída à família, aos amigos assim como ao apoio recebido por parte destes, sendo que os valores mais baixos são observados no domínio do Bem-Estar Material (x=6,82).
This study´s main objective is to verify how adult people with Intellectual and Developmental Difficulties (DID) perceive Quality of Life (QoL) and the technicians who work with these people. To collect the data we used the Personal Outcomes Scales (POS). This measuring instrument is based on eight domains (Personal Development, Self-Determination, Interpersonal Relations, Social Inclusion, Rights, Emotional Wellbeing, Physical Wellbeing and Material Welfare) described to assess the QoL of this population and includes 2 indexes, (Personal Opinion and Direct Observation). The sample consists of 65 individuals who belong to 2 institutions, the Casa de Santa Isabel (CSI) and the Associação de Beneficência Popular de Gouveia (ABPG). 37 individuals are male (56.9%) and 28 are female (43.1%), aged between 18 and 58 years of age. They have a diagnosis of DID intermittent (n=31; 47.7%), and limited (n=34, 52.3%). There was also the participation of technicians who are directly acquainted with people with DID. These technicians have ages between 32 and 56 years, and they are mostly female (n=6). The qualifications are from the Secondary Education (n= 3), Higher Education, Bachelor Degree (n=3) and MA (n=2). The results indicates the existence of a moderate positive relationship between the QoL Index (Personal Opinion) and the QoL Index (Direct Observation), demonstrating that there is a correlation between these two indexes (p=0,0000), which is a moderate positive (rho=0,509). Concerning the domains analysis, adults with DID assigned higher values to the field of Interpersonal Relations (x=2,06), which means a greater emphasis on family, friends and the support received by them, and the lowest values are observed in the field of Material Welfare (x=6,82).
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17144
Aparece nas colecções:DEGS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mestrado.QV.MIMI.2.pdf1,15 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.