Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17106
Título: Prevalência e abordagem à pessoa com úlcera de perna
Autor: Jesus, Alexandra Gaspar de
Orientador: Martins, Fernando Mena
Capelas, Manuel Luís Vila
Palavras-chave: Ferida crónica
Úlcera de perna
Chronic wound
Leg ulcer
Data de Defesa: 3-Fev-2015
Resumo: Introdução: A úlcera de perna não é uma doença isolada mas é a consequência de uma ou várias patologias subjacentes, e representa um problema de saúde pública de abrangência mundial. Metodologia: Este estudo ambiciona determinar a taxa de prevalência das úlceras de perna, caraterizar os aspetos sociodemográficos, caraterizar os fatores de risco, identificar os métodos de diagnóstico utilizados para a definição da etiologia da úlcera de perna, caraterizar as úlceras de perna e identificar as caraterísticas gerais do tratamento. Estudo parcelar, epidemiológico transversal, observacional, analítico e abordagem quantitativa. A amostra do estudo incluiu 62 utentes com úlcera de perna inscritos nos centros de saúde: Machico, Caniço, Câmara de Lobos, Ribeira Brava e Santana. Para o tratamento de dados foi utilizada a estatística descritiva e inferencial através do programa SPSS® versão 20. Resultados: A taxa de prevalência nos utentes com úlcera de perna foi de 1,39/mil habitantes e a de incidência foi de 17,38/100 mil habitantes a 3 meses. Neste estudo a população com úlcera de perna era, predominantemente, do sexo masculino com 58,1%; idade média de 62,3 anos; 75,8% possuíam o 1.º ciclo do ensino básico; 38,7% estavam “empregados”; e 40,3% apresentavam obesidade de grau I. Verificou-se como antecedentes pessoais um valor percentual idêntico na hipertensão arterial e obesidade (58,1%), seguindo-se a insuficiência venosa periférica (56,5%). A avaliação clínica (100,0%) foi o método de diagnóstico utilizado. A etiologia de úlcera de perna que predominou foi a úlcera venosa (88,7%), no terço médio da perna (37,1%), com duração de mais de um ano (54,8%) e com lesões cuja área média era de 39,23 cm2. Em relação ao tratamento, constatamos que dos 88,7% dos sujeitos com úlcera venosa foi aplicada terapia compressiva em, apenas, 5,5% utentes. Conclusão: De acordo com os resultados obtidos é fulcral a elaboração de protocolos de atuação para o tratamento dos utentes com úlcera de perna ou até mesmo a implementação da consulta de úlcera de perna na Região Autónoma da Madeira (RAM).
Introduction: Leg ulcer it’s not an isolated disease but the consequence of one or several of underlying pathologies and represents an important problem of public health around the world. Methods: This study aims to identify the prevalence rate of the patients with leg ulcer, to identify the sociodemographic characteristics and the risk factors, identify the diagnostic methods used to define the etiology of leg ulcers, leg ulcers characterize and identify the general characteristics treatment. Also is a cross-sectional, observational and analytic study. The sample include 62 patients with leg ulcer registered on the health centers: Machico, Caniço, Câmara de Lobos, Ribeira Brava and Santana. The data were analised by the use of SPSS® 20. Results: The prevalence tax on patients with leg ulcer was 1,39/thousand habitants and the incidence tax was 17,38/100 thousand habitants to three months. The population with leg ulcer was, predominantly, males (58,1%); mean average age of 62,3 years; 75,8% had the 1.st cycle of basic education; 38,7% found themselves “employees”; 40,3% was included in the 1st grade of the obesity. Was verified as personal background an identical percentage value on the arterial hypertension and obesity (58,1%), following the peripheral venous insufficiency (56,5%). The clinic evaluation (100,0%) was the used diagnostic method. The main leg ulcer etiology was the venous ulcer (88,7%) on the median region of the leg (37,1%), that exist for more than one year (54,8%) and with a mean area 39,23cm2. About the treatment, was found that 88,7% of the population with venous ulcer the compressive therapy was applied, only in, 5,5% of the patients. Conclusions: According to the results is central to the development of action for the treatment of patients with leg ulcers or even the implementation of consultation with leg ulcers in Autonomous Region of Madeira (RAM) protocols
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17106
Aparece nas colecções:ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Alexandra Jesus.pdf4,75 MBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertação - Alexandra Jesus (Março 2015).pdf4,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.