Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17075
Título: Cuidados paliativos no domicílio : poupança ou desperdício?
Autor: Teixeira, Fátima Magno
Orientador: Pente, José
Capela, Manuel Luís
Data de Defesa: 18-Mar-2012
Resumo: Objectivo: Compararam-se os custos directos de duas populações de doentes oncológicos no último mês de vida. Método: Um grupo foi seguido exclusivamente em meio hospitalar enquanto o outro foi seguido por uma equipa comunitária de suporte em cuidados paliativos. Os custos hospitalares basearam-se em centros de custo e foram fornecidos pelo serviço de contabilidade do hospital; os custos da equipa domiciliária procederam da contabilidade analítica da equipa domiciliária. Resultados: Os doentes seguidos apenas no hospital tiveram significativamente mais internamentos e mais dias de internamento no serviço de Oncologia e foram mais vezes ao serviço de urgência do hospital. A diferença encontrada nestas variáveis foi a principal causa que levaram a que o custo total dos doentes seguidos apenas no hospital fosse mais do dobro do custo total dos doentes seguidos pela equipa comunitária. Conclusão: Os serviços prestados pela equipa comunitária aos doentes oncológicos no último mês de vida foram significativamente menores comparados com os dos utentes seguidos no hospital. Este estudo deverá ser completado com outros que impliquem seguimento dos doentes durante mais tempo, que avaliem a qualidade dos serviços prestados, particularmente por estudos de custo-beneficio.
Introduction: The direct costs of palliative care of cancer patients in their last month of life were compared between in a group treated in an NHS hospital and a group treated in the community. Methods: Two groups of terminally ill cancer patients were selected to be followed during their last month of life. The first was managed entirely within an NHS hospital, while the second was managed by a community based palliative care team. Data were gathered to compare costs in the two situations. Hospital costs were provided by the accounts department of the hospital, whereas the cost of the community based care were available in the team's own accounts records. Results: The total cost of care of patients managed within the hospital was about double of the cost of care in the community. There were also other significant differences between the two groups in respect of the number of hospitalizations and number of trips to the emergency department, both higher in the hospital group. Conclusion: Palliative care of cancer patients in their last month of life provided by a community based team, represents a significantly saving compared to care provided by an NHS hospital. Cost-benefit studies over longer periods of time, also taking account of quality of care, are warranted to guide healthcare decision makers
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17075
Aparece nas colecções:ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Mestrado_Fatima_Teixeira.pdf678,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.