Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17027
Título: Factores de decisão das PMEs portuguesas em relação às pesquisas de mercados internacionais
Autor: Fonseca, João Pedro Coimbra Brandão da
Orientador: Silva, Susana Costa e
Palavras-chave: Internacionalização
Pesquisas de mercados internacionais
Abordagem sistemática
Abordagem não sistemática/oportunística
Internationalization
International market selection
Systematic approach
Opportunistic approach
Data de Defesa: 12-Nov-2014
Resumo: Actualmente a internacionalização está a ganhar um papel muito importante na sobrevivência das empresas verificando-se um boom das exportações portuguesas. Ao longo dos últimos anos estas exportações s têm vindo a aumentar demonstrando como a internacionalização está a ganhar cada vez mais importância junto dos diferentes players do mercado. Estando a internacionalização das empresas Portuguesas tão na moda, achouse pertinente pegar neste tema e aprofundar um pouco o conhecimento sobre uma das suas bases, mais concretamente a selecção de mercados internacionais. Conforme apresentam Welch & Luostarinem (1988) todo o processo de internacionalização tem por base três pilares (o “Como”, o “Onde” e o “O quê”). Assim e visto ser um dos pontos menos estudados na literatura segundo Papadopoulos et al (2002), pareceu pertinente realizar um estudo focado no “Onde”, mais concretamente tentando perceber como são feitas as pesquisas de mercados internacionais por parte das PMEs Portuguesas. No que diz respeito a esta questão, foi utilizado o método do estudo de caso (múltiplo), no qual se entrevistaram diferentes empresas com o objectivo de perceber exactamente a forma como estas realizam as suas pesquisas de mercado internacionais, e porquê. O desafio deste trabalho foi perceber a forma como as empresas realizam essas pesquisas, se utilizam uma abordagem sistemática ou oportunística nas suas pesquisas de mercados internacionais e os factores que as levam a usar tal abordagem. Os resultados deste estudo mostram que factores como o reduzido desenvolvimento internacional das empresas, a elevada experiência internacional do gestor/tomador de decisão da empresa e a boa rede de networking do próprio gestor e da empresa, são factores que influenciam as empresas a utilizar uma abordagem oportunística nas suas pesquisas de mercados internacionais. Assim, as empresas baseiam as suas pesquisas em experiências, “feelings”, na distância psíquica percebida entre o país de origem e o país de destino, nas suas redes de contactos e nas relações sociais da empresa e dos gestores.
Internationalization is getting a more important role in the survival of the companies and we are experiencing a boom in the Portuguese exports. In the last few years, we have been living an increase in these exports and internationalization is becoming more important to the market players. The internationalization of Portuguese companies is so relevant that we thought it was a good subject to study the way these companies make their market choices. As presented by Welch & Luostarinen (1988) all internationalization process is based on three dimensions (the “How”, the “Where” and the “What”). So, and being one of the items less studied in the literature, it seemed relevant to focus this study in the “Where”, more specifically trying to understand how the international market researches are made by the Portuguesa SMEs. In order to answer this question, it was used the case study method (multiple), in which were interviewed different companies with the purpose of understanding exactly the way they make their international market researches, and why. The challenge of this work was to understand how the Portuguese companies do their researches, if they use a systematic or an opportunistic approach in their international market research and the factors influencing the approach that was use. The results of this study show that factors such as the small international development of a company, the high international experience of its managers and the company’s and manager’s important networking are factors that have great influence in the choice of an opportunistic company approach in the international market selection. So, companies base their researches in experiences, feelings, perceived psychic distance, contact networks and social relationships of the own company and its managers.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17027
Aparece nas colecções:FEG - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TFM João Pedro Fonseca n.351206036.pdf1,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.