Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/17011
Título: O impacto da formação no desempenho dos colaboradores
Autor: Mendes, Ana Sofia dos Santos
Orientador: Tavares, Marisa
Palavras-chave: Setor Automóvel
Formação
Impacto da Formação
Avaliação da Formação
Automotive industry
Training
Training Impact
Evaluation of Training
Data de Defesa: 3-Jul-2014
Resumo: Com o presente relatório pretende-se analisar o impacto que a formação tem no desempenho dos colaboradores, sendo este estudo aplicado à Cardan, Grupo no qual o estágio foi realizado. Para tal procedeu-se à investigação de duas questões: (1) – “A formação origina alterações no desempenho dos colaboradores?”; (2) – “A formação é vista pelos colaboradores que a frequentaram como um instrumento de mudança?” Assim, desenvolveu-se um estudo de caso, estimando numa primeira fase uma regressão através do Método dos Mínimos Quadrados (OLS). Para realizar a estimação utilizou-se o programa Stata, um software de análise estatística, que permitiu analisar os dados em painel relativos ao ano de 2013 com conteúdos alusivos à Produtividade e às diferentes características de cada um dos 31 colaboradores produtivos (mecânicos, pintores e chapeiros). Na segunda fase deste relatório, para aferir se se verificaram aumentos de conhecimento e/ou das capacidades e alterações de comportamento dos indivíduos no seu local de trabalho como consequência da formação, foram propostos 2 inquérito por questionário (Nível 3, de acordo com o Modelo de Kirkpatrick) efetuando-se uma aplicação piloto a 2 colaboradores produtivos e respetiva chefia, por forma a conseguir testar a coerência dos mesmos. Os principais resultados deste trabalho revelam que as ações de formação de carácter presencial que os colaboradores produtivos realizaram no ano de 2013 não causaram qualquer impacto na sua produtividade individual, e que, para os 2 colaboradores aos quais foram aplicados os questionários, a formação é vista como um instrumento de mudança que permite melhorar o desempenho e aumentar a produtividade.
The aim of this report is to analyze the impact of training in the performance of employees. This study is applied to Cardan, the Group where the interniship was done. For such it was made an investigation based in two main questions: (1) Is training responsible for changing the employee’s behavior?; (2) Is the training been seeing by the employees as an instrument of change?. First, was estimated a regression using the method of least squares (OLS). To perform the estimation was used STATA, data analysis and statistical software, which allowed to analyze the panel data for the 2013 year with allusive productivity contents and the different characteristics of each one of the 31 productive employees. In the second phase of this report, to assess whether the increases in knowledge and/ or skills and behavioral changes of individuals in their workplace as a result of training, 2 questionnaire were proposed (Level 3, in accordance with the Kirkpatrick Model) making a pilot application to 2 employees productive and respective leadership in order to test their consistency. The main results of this work show that the training that the employees did in 2013 had no impact on their individual productivity and for 2 employees to whom the questionnaires were applied, training is seen as an instrument of change that improves the performance and increase productivity.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/17011
Aparece nas colecções:FEG - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TFM_O impacto da formação no desempenho dos colaboradores.pdf1,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.