Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16991
Título: Marketing académico com base em conteúdos educativos
Autor: Carvalho, Marta Azevedo Machado de
Orientador: Andrade, António Manuel Valente de
Palavras-chave: Educação e Comunicação
Marketing Académico
Recursos Educacionais Abertos
Educação aberta
Communication and Education
Academic Marketing
Open Education Resources
Open Education
Data de Defesa: 17-Jul-2014
Resumo: No século XXI, as universidades devem estar preparadas para interagir com uma geração mais atualizada e que pesquisa informação pelos mais modernos meios de comunicação, liderados pela Internet, que permitem o acesso instantâneo à mesma em múltiplos formatos e suportes. É a partir da criteriosa escolha dos softwares educativos e da adequada utilização dos mesmos que o ensino pode ambicionar práticas de trabalho mais ousadas e até mais interativas (Valente, 1999). Pretende-se, nesta dissertação, compreender, através de um estudo de caso, até que ponto os recursos educacionais abertos (REA) estão a ser adotados por algumas universidades, portuguesas e americanas, e em que medida estão a ser utilizados como política de comunicação nos portais das mesmas. Será que quanto maior a adoção de REA, maior a notoriedade das Universidades uma vez que divulgam muito dos seus conteúdos didáticos e pedagógicos de forma aberta e acessível a outras universidades, comunidades, professores e estudantes? Nesta dissertação, conclui-se com base nos portais das universidades portuguesas que estas apostam, ainda muito pouco, na divulgação organizada dos REA que eventualmente possuam, no sentido de elevar a sua imagem de inovação científica e pedagógica. Ao invés, as universidades americanas, ao longo das últimas décadas, desenvolveram e apostaram em força neste tipo de educação e nesta vertente de divulgação aberta.
In the twenty-first century, universities have to be prepared to interact with a more knowledgeable and informed generation, since the modern communication channels, led by the Internet, allow instant access to information. Through a careful selection of educational software and proper use of it we can aspire to achieve bolder working practices and enhanced interaction. (Valente, 1999) It is intended, with this dissertation, to understand, through a case study, the extent to which open educational resources are being adopted by some universities, Portuguese and American, and to what extent they are being used as political communication in their own portals. Does the degree in which OER is adopted provide greater reputation of the universities once they disclose all their material, being good or bad, by other universities, communities, teachers and / or students? In this dissertation we conclude, based on the portals of the Portuguese universities, that these still have a small investment on education based on learning through open educational resources. Unlike Portuguese universities, American universities have developed and invested strongly in this type of education belongs to a fully digital era, over the past decades.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16991
Aparece nas colecções:FEG - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Marketing Académico com base em conteúdos educativos.pdf3,48 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.