Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16918
Título: Um sistema de indicadores de inovação para as pequenas e médias empresas do setor metalúrgico e metalomecânico
Autor: Pereira, Nuno Baldaque Marinho Campos
Orientador: Costa, Leonardo
Palavras-chave: Inovação
MII
PME
Setor metalúrgico e metalomecânico
MII
Innovation
SME
Metalworking industry
Data de Defesa: 1-Jul-2014
Resumo: O presente estudo tem como objetivo desenvolver um sistema de indicadores de inovação para as PME do setor metalúrgico e metalomecânico (MM), que possa servir de barómetro ao estado da inovação das empresas deste setor. O sistema de indicadores desenvolvidos teve como suporte sistemas de indicadores já existentes, em particular, o Innovation Union Scoreboard (IUS), o Global Innovation Index (GII) e o Multidimensional Poverty Index (MPI), bem como um inquérito realizado às PME do setor. Tal como os sistemas IUS e GII, o sistema de indicadores desenvolvido cobre dimensões de inovação que dizem respeito a esforços de inovação ou inputs e a resultados de inovação ou outputs. Tendo por base os indicadores parciais nas dimensões consideradas para as PME do setor e a filosofia do MPI, construiu-se um vetor Multidimensional Innovation Indexe (MII) com três indicadores, um referente aos outputs da inovação (MIIo), outro aos inputs para a inovação (MIIi) e um terceiro correspondente ao rácio entre os dois primeiros (MIIr). O MIIo e o MIIi são dois indicadores globais que refletem a intensidade média e a incidência da inovação no setor, respetivamente, em termos de outputs e inputs. O MIIr é um indicador global que mede a produtividade média da inovação no setor. O inquérito conduzido refletiu a lógica de recolha de informação do MPI com perguntas de resposta sim ou não, tendo havido preocupação com a simplicidade e a facilidade de resposta ao mesmo por parte das PME do setor. Os principais resultados do MII para o ano de 2012 indicam que 29% das PME do setor MM eram inovadoras em termos de outputs e que 42% eram inovadoras em termos de inputs. . A intensidade média de inovação foi de 63% para os outputs e 61% para os inputs. Assim, para as PME do setor o valor do MIIo era 0,175, o valor do MIIi era 0,267 e o valor do MIIr era 0,654. Existem diferenças significativas em termos de inovação nas PME do setor conforme o número de trabalhadores por PME, a distribuição geográfica das mesmas por NUTS III, a CAE à qual pertencem bem como a forma de natureza jurídica assumida pela empresa. As PME com maior escala – mais trabalhadores – tendem a ser mais inovadoras do que aquelas com menos trabalhadores, assim como as PME das sub-regiões do Ave e Pinhal Litoral, e as sociedades unipessoais
The aim of this work is to develop a system of indicators of innovation for SME in the metalworking industry, which can serve as a barometer of the innovation’s state of the industry. The system of indicators developed had as its support existing indicator systems, in particular, the Innovation Union Scoreboard (IUS), the Global Innovation Index (GII) and Multidimensional Poverty Index (MPI), as well as a survey performed to the sector’s SME. Just like the IUS and GII systems, the system covers innovation dimensions which refer to innovation efforts - or inputs - and outcomes of innovation – outputs. Based on the partial indicators in the dimensions considered for the sector’s SME and on the MPI’s philosophy, a Multidimensional Innovation Indexe vector has been built with three indicators, one regarding outputs of innovation (MIIo), another to efforts or inputs of innovation (MIIi), and the third being the ratio between the first two Indexes (MIIr). The MIIo and MIIi are two global indicators that reflect the average intensity and incidence of innovation, respectively, in terms of outputs and inputs in the sector. The MIIr is a global indicator that measures the average productivity of innovation in the sector. The survey conducted reflected the logic of gathering information from the MPI with questions of answers yes or no, and there was concern about the simplicity and ease of response to it on the part of the sector’s SME. The main results of MII indicate that 29% of SME in the metalworking industry, during 2012, were innovative in terms of outputs, while 42% were innovative in terms of inputs . The innovation average intensity was 63% for outputs and 61% for inputs. Thus, for the sector’s SME, the value of MIIo was 0.175, the value of the MIIi was 0.267 and the value of MIIr was 0.654. There are significant differences in terms of innovation concerning the number of employees per SME, the geographic distribution by NUTS III, the CAE to which they belong and the manner of legal nature assumed by the company. SME with larger scale - more workers - are more innovative than those with smaller scale, as well as SME in sub-regions of Ave and Pinhal Litoral, and sole proprietorships.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16918
Aparece nas colecções:FEG - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TFM Nuno Campos Pereira.pdf1,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.