Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16748
Título: A difícil arte de ser professor
Autor: Rodrigues, Marília da Conceição Vieira S.
Orientador: Ribeiro, Célia
Palavras-chave: Supervisão pedagógica
Avaliação docente
Percurso profissional
Escola
Professores
Pedagogical supervision
Teacher evaluation
Career
School
Teachers
Data de Defesa: 1-Nov-2013
Resumo: A elaboração do presente relatório crítico surge no âmbito do Mestrado em Ciências da Educação – Especialização em Supervisão Pedagógica e Avaliação de Docentes. Procurei fazer um enquadramento teórico, apresentando os contributos de diversos especialistas na matéria, para percebermos a importância dada na literatura relativamente ao tema em destaque. O papel da escola e dos seus agentes alterou-se profundamente nos últimos anos, fruto, provavelmente, de uma sociedade complexa, uma sociedade claramente capitalista, mas que, neste momento, se encontra em crise. A avaliação docente passou a fazer parte de debates públicos, ocupando espaço na comunicação social, pois o professor passou a ser avaliado, o que deu origem a várias polémicas e a ausência de consensos. Deste modo, é dado especial enfoque à Avaliação de Desempenho Docente, aos modelos implementados, aos constrangimentos sentidos. Foi um tema que motivou bastantes debates e gerou muitos conflitos no interior da escola, passando a existir um clima pouco saudável. Os docentes tiveram que se adaptar a novos modelos e a novas formas de estar no seu local de trabalho. Consequentemente, surgiram muitas dúvidas, nomeadamente, sobre os termos supervisão, avaliação e classificação. Confrontados com estes termos, o maior leigo remetê-los-ia para a mesma realidade, o que não é bem assim, como podemos verificar ao longo do trabalho. Reproduzimos o ambiente vivido nas escolas, mostramos os meandros destas, as dificuldades sentidas e a relação destas com a família, destacando o papel do diretor de turma, como elo de ligação entre as duas entidades. Retratamos o meu percurso profissional, o que de melhor e o que de menos bom aconteceu, durante vinte e dois anos na docência, os meus desabafos, as minhas críticas e as minhas reflexões sobre esta apaixonante atividade. A este relatório dei o nome de A DIFÍCIL ARTE DE SER PROFESSOR porque, durante este meu percurso profissional, houve momentos penosos, o estar longe da família e a própria avaliação a que fui sujeita, que não foram fáceis de ultrapassar, no entanto, sempre procurei desempenhar o meu papel o melhor que me foi possível. As escolas / agrupamentos e consequentemente os seus elementos tendem a gerar estratégias de sobrevivência, depois de “apanhados nesta teia de políticas, de conflitos e contradições” (Azevedo, 2011, p.83).
The development of this critical report comes as part of the Master of Science in Education - Specialization in Educational Supervision and Evaluation of Teachers. I tried to make a theoretical framework, with contributions from many experts on the subject, to realize the importance given to this theme. The role of the school and its stakeholders has changed significantly in the past years, due, probably, to a complex society, a society clearly capitalist, however, at the moment, struggling with an economic crisis. The teaching evaluation became part of public debates, taking coverage from the media, because the teacher has to be evaluated, which led to several controversies and lack of consensus. A special emphasis is given to the Teacher Performance Assessment, is also given to the implemented models and the constraints senses. It was a topic that caused a big debate and generated many conflicts within the school, emerging an unhealthy climate. The teachers had to adapt themselves to new models and new ways of being in the workplace. Consequently, there were many questions, in particular about the terms supervision, evaluation and classification. Faced with these terms, a layman would refer them to the same reality, which is not the case, as we can see throughout the work. We reproduce the environment experienced in schools, showing the details of these, the difficulties and their relationship with family, highlighting the role of the class leader, as a link between the two realities. During the twenty- two years of my career I went through good and bad moments and I will describe in this work my outbursts, my criticism and my reflections on this exciting activity. I called this report THE DIFFICULT ART OF BEING A TEACHER because, during my career, there were difficult times, being away from my family and the assessment that I was subject, which were not easy to overcome, however, I always tried my best. The schools / clusters and consequently its elements tend to generate strategies for survival, after being “caught in this web of political conflicts and contradictions” (Azevedo, 2011, p.83).
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16748
Aparece nas colecções:DEGS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
relatório marilia - final.pdf1,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.