Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16738
Título: Ilusões sonoras : um estudo sobre a aplicação da ilusão sonora da escala de Shepard em composição musical digital
Autor: Patrício, Pedro Luís de Morais
Orientador: Dias, António de Sousa
Martins, Luís Gustavo
Palavras-chave: Ilusões
Ilusão sonora da escala de Shepard
Som de Shepard
Curvas de igual percepção de intensidade sonora
Filtro A
Composição musical digital
Composição musical em tempo real
Instrumento digital multimédia
Interpretação musical com dispositivos electrónicos móveis
Pure data
Illusions
Shepard scale illusion
Shepard tone
Equal-loudness curves
Filter A
Digital musical composition
Real-time musical composition
Multimedia digital instrument
Mobile music performance
Data de Defesa: 2015
Resumo: As ilusões sonoras sempre exerceram um grande fascínio sobre os seres humanos. Destas, a que mais nos fascinou e revelou ter maior potencial musical por explorar foi a Ilusão Sonora da Escala de Shepard. Esta ilusão é uma escala musical dividida em 12 partes iguais, que ao ser escutada gera a sensação de perpetuidade sonora. Pelo facto, de ser constituída por sons ambíguos (i.e., o Som de Shepard) em termos de percepção de altura sonora (provavelmente conseguiremos identificar o nome da nota musical do som, mas teremos muita dificuldade em determinar a oitava a que pertence) permite criar novas possibilidades de geração de som e de escuta musical. Assim, esta dissertação propõe a criação de uma fonte sonora baseada no Som de Shepard com o objectivo de ser utilizada em projectos musicais. Consequentemente, criámos um método de gerar o Som de Shepard através de uma envolvente espectral alternativa, tanto quanto sabemos, nunca antes foi usada para reproduzir a respectiva ilusão, mesmo quando esta foi aplicada a uma melodia constituída por uma sequência de saltos intervalares não regulares. A melodia foi intitulada de Ilusão Sonora da Melodia Perpétua porque quando é escutada cria a sensação de perpetuidade sonora como acontece na Ilusão Sonora da Escala de Shepard. Para além disso, utilizámos a fonte sonora proposta como gerador de som na concepção de um instrumento digital multimédia e em composição musical.
The auditory illusions have always exerted a great fascination on human beings. Of these, the one that most fascinated us and revealed to have greater musical potential for exploring was the Shepard Scale Illusion. This illusion is a musical scale divided into 12 equal parts. When it is heard it creates the sensation of sonic perpetuity. Being constituted by ambiguous sounds (i.e., Shepard tone) in terms of pitch (it will probably be easy to identify the musical note of the sound, but it will be very difficult to determine the octave that belongs to), allows creating new possibilities of sound generation and musical listening. Thus, this dissertation proposes the creation of a sound source based on Shepard tone with the purpose to be used in musical projects. Consequently, we developed a method to generate the Shepard tone through an alternative spectral envelope, which as far as we know has never been used before to reproduce the Shepard Scale Illusion, even when it was applied to a melody constituted by a sequence of non-regular intervals leaps. The melody was titled Perpetual Melody Auditory Illusion because when it is heard it creates the sensation of sonic perpetuity, as is the case of the Shepard Scale Illusion. Furthermore, we used the proposal sound source as sound generator in the design of a multimedia digital instrument and musical composition.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16738
Aparece nas colecções:EA - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
pedro_patricio_tese.pdf10,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.