Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16707
Título: O uso do ouro popular no norte de Portugal no século XX
Autor: Mota, Rosa Maria dos Santos
Orientador: Sousa, Gonçalo da Silveira de Vasconcelos e
Palavras-chave: Ourivesaria
Ouro popular
Filigrana
Gondomar
Póvoa de Lanhoso
Festividades populares
Goldsmithing
Popular jewelry
Filigree
Popular festivities
Data de Defesa: 2014
Resumo: Com este trabalho de investigação pretendemos contribuir com uma visão de conjunto sobre o fenómeno do uso do ouro popular enquanto património material e imaterial, no século XX e no Norte de Portugal. Salientamos a forma como esta realidade se enquadrou nos movimentos sociais e económicos da região, se estabeleceu como um fenómeno duradouro e, com o decorrer das décadas, se transformou numa circunstância quase apenas folclórica. Além dessa centúria considerámos também as últimas décadas do século XIX − porque qualquer realidade surge como complemento e desenvolvimento de um passado no qual se encontra ancorada ─, e as primeiras do século XXI, pois parte da investigação engloba acontecimentos ocorridos nesse período, e que resultam da sua evolução no século anterior. Partindo de uma contextualização geográfica, social e económica do Norte de Portugal, introduzimos as tipologias constituintes do ouro popular e a sua divisão por tipologias e usos, focando as suas características técnicas, formais e decorativas. Abordámos a produção e a comercialização dos adornos áureos, destacando os diversos tipos de ourives. As suas motivações profissionais, assim como os meios, os períodos e as formas de aquisição dos adornos de ouro, com ênfase especial para a sua venda ambulante e em feiras, foram analisados. O papel económico, social, ornamental e simbólico dos adornos áureos, incluindo a sua ligação com a superstição e com a religião, foi contemplado, assim como a presença do ouro nas festividades populares. Este acontecimento revelou-se de grande importância para a consolidação e permanência do fenómeno pelo que a análise do uso do ouro por parte das participantes em cortejos etnográficos, e pelo público feminino que acorre a esses acontecimentos, se revestiu de especial interesse. Aflorámos, também, a ourivesaria do nordeste espanhol e a joalharia crioula baiana, evidenciando os traços que se aproximam e aqueles que se afastam da ourivesaria popular portuguesa. Como complemento desta investigação realizámos um glossário que consideramos uma parte fundamental do trabalho. Nele se elencam e definem as peças que compõem o conjunto deste tipo de ourivesaria, de forma detalhada, para transmitir ao leitor um conhecimento tão profundo quanto possível dos elementos constituintes do ouro popular português.
This thesis pretends to contribute with an overview upon the usage of the “ouro popular”− meaning the traditional gold jewelry−, in the north of Portugal during the twentieth century, pointing out how this material and immaterial heritage framed itself in the social and economic movements of the area, got established as a real and lasting phenomena and how it became an almost folkloric reality. Besides the twentieth century, we also observe that circumstance in the last decades of the nineteenth century ─ as everything is based on evolving facts of the past. The first decades of the twenty-first century were also considered because part of the study concerns events that took place in that period as a result from happenings from the preceding century. Starting from a brief geographic, economic and social description of the area, we introduced the different typologies of the “ouro popular”, including the raw-materials, forms and techniques used in their manufacture. The production and distribution of such adornments and the different types of goldsmiths were considered, and the periods and means of acquisition of those types of ornaments identified. The economic, social, ornamental and symbolic role of the “ouro popular”, comprising the superstitious and religious significance of some of its adornments, as well as the presence of gold in popular festivities was analyzed. The type of traditional jewelry from the northwest of Spain and the “crioula” jewelry from Salvador da Baía, in Brazil, were briefly considered, pointing out what they have in common with the portuguese reality and where they fall apart from that. As a complement to this study we produced a glossary. In it different types of jewels are described, as complete as possible, to provide the readers the most thorough information about all the ornaments included in the “ouro popular” from the North of Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16707
Aparece nas colecções:EA - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese rosa versao final.pdf22,62 MBAdobe PDFVer/Abrir
volume 2 Tese Rosa.pdf24,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.