Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16675
Título: Supervisão pedagógica e crescimento profissional : do Eu solitário ao Eu aprendente
Autor: Dias, Paula Gracinda Arnaud Monteiro
Orientador: Ribeiro, Célia dos Prazeres
Palavras-chave: Organização aprendente
Escola reflexiva
Supervisão pedagógica
Formação
Melhoria
Avaliação
Desenvolvimento profissional
Learning organisation
Thinking school
Educational supervision
Training
Improvement
Assessment
Professional development
Data de Defesa: 30-Out-2013
Resumo: A supervisão pedagógica é considerada, por muitos autores e legisladores, como uma mais-valia e um contributo imprescindível para o crescimento e (re)qualificação das organizações escolares, bem como para a melhoria contínua do serviço educativo que prestam. A escola é apresentada como uma organização aprendente, que alicerçada na sua missão de ensinar e de aprender, desenvolve no seu interior processos colaborativos e mecanismos de supervisão que visem a otimização profissional e educativa de todos os que nela trabalham e se formam (professores e alunos). Nesse sentido, a supervisão pedagógica deve ser percecionada como um processo contínuo e sistemático de acompanhamento ao professor, ao longo de todo o seu percurso profissional, não se limitando apenas à formação inicial dos futuros professores. Assim, deverá ser encarada como uma ferramenta pedagógica ao serviço dos professores, ao longo de toda a sua carreira (formação contínua), bem como da organização escolar, promovendo, no seu interior, uma abordagem reflexiva e dialogante entre todos os atores educativos: escola aprendente. Todos os processos supervisivos requerem supervisores experientes, detentores de formação específica e empenhados na sua “missão” de saber observar, acompanhar, orientar, comunicar, avaliar todas as etapas do processo supervisivo. No exercício das suas funções, deverão implementar o(s) modelo(s), cenário(s) e estilo(s) supervisivo(s) que considerem ir ao encontro das necessidades e especificidades de cada professor/organização escolar, sempre num clima de investigação-ação-reflexão, promotor da aprendizagem e da melhoria da ação educativa dos seus interlocutores. De acordo com a literatura consultada, toda a ação supervisiva ﴾também na avaliação de desempenho docente (ADD)﴿ deve ser implementada segundo processos onde a supervisão e a avaliação caminhem “a par e passo”, criando sinergias e complementaridade, em prol do desenvolvimento e melhoria da qualidade do serviço educativo que a organização presta (aos alunos e a todos os seus profissionais). Tendo por base os pressupostos anteriores, apresenta-se, numa segunda fase, a análise crítica e reflexiva do nosso percurso profissional, evidenciando o contributo da supervisão pedagógica para o nosso crescimento profissional e pessoal. Nessa fase de trabalho descreve-se a nossa chegada à escola pública, sem formação inicial de professores (Eu solitário), bem como toda a longa caminhada de formação, de aprendizagem, de crescimento, de atualização e de avaliação que se tem desenvolvido até ao momento (Eu aprendente). Os dados apresentados (literatura consultada e o nosso testemunho pessoal) evidenciam que a supervisão deve ser concebida como um instrumento de formação ao longo da vida, que potencializa a inovação, a autonomia e o crescimento profissional dos professores, consubstanciada numa aprendizagem que, apesar de possuir uma vertente individual (autorreflexão, autoavaliação, autoformação,…), deverá focalizar-se num contexto coletivo de partilha de saberes, de experiências, de vivências, caminhando, desta forma, para a promoção de uma escola reflexiva e detentora de professores igualmente reflexivos. A ADD deve ser concebida como mais um processo de aprendizagem, de melhoria e de crescimento profissional, onde a supervisão surge como uma ferramenta ao serviço dessa melhoria e crescimento profissional. Considera-se que os atuais modelos de ADD são essencialmente avaliativos e classificativos, não existindo a vertente de supervisão e de acompanhamento em prol da melhoria, mudança e qualificação da escola pública.
Educational supervision is considered by many authors and lawmakers, as an asset and an essential contribution to the growth and (re)qualification of school organizations, as well as to the continuous improvement of the educational service it provides. The school is shown as a learning organization which, grounded on its teaching and learning mission, develops inside it collaborative processes and monitoring mechanisms which aim a professional and an educative improvement of all who are involved in it: teachers and students. Thus, educational supervision should be seen as a continuous and systematic process of monitoring the teacher throughout his whole career, and not just only in the early training of future teachers. Therefore, it should be understood as an educational tool at the service of teachers throughout their career (lifelong training), along with the school organization, promoting within a reflective thinking and a dialoguing approach, among all educational stakeholders towards a learning school. We believe that this approach will enhance the personal and professional improvement of all educational touchstones , as well as to the improvement of the school organization, in an environment of qualification and development of all those who work in it and take part of it. All supervision processes require experienced supervisors, holding specific training and committed to their "mission" of knowing how to observe, monitor, guide, communicate, and assess all stages of the supervision process. By performing their purposes, they should apply the standard(s), the setting(s) and the supervision style(s) they realize as filling the needs and uniqueness of each teacher/school organization, always within an environment of action-thought that upholds learning and the improvement of the educational action of all the interlocutors. According to literature, every supervising action (including teachers’ performance assessment (ADD)﴿ should be applied within processes where supervision and appraisal go "side by side", making synergies and complement, in favour of development and improvement of the educational service that the organization provides (to the students and to all of its professionals). Based on the previous assumptions, we present, in a second phase, a critical and reflective analysis of our career, emphasizing the contribution of the educational supervision in our professional and personal growth. In this phase, we describe our arrival to public school, The starting off without initial teacher training (lonely me), as well as all the long training, the learning, the growth, the update and the assessment walk that has been developed until this moment (learning me). The presented data (literature and our personal witness) proves that supervision should be designed as an instrument of lifelong training, that enhances innovation, teachers autonomy and professional growth, based on learning that, despite having an individual side (self-thinking, self-assessment, self-training ...), should be focused in a context of collective sharing of know-hows, of practices, of life-experiences, thus evolving the promotion of a thinking school which holds equally thinking teachers. Teacher’s assessment must also be considered as another learning, improvement and professional growth process, where educational monitoring appears as a tool in service of that same improvement and professional growth. We consider that the current teacher’s assessment standards are essentially evaluative and classifying, as they do not involve educational supervision in benefit of public school’s improvement, change and quality.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16675
Aparece nas colecções:DEGS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório reflexivo - SPAD - Paula Arnaud.pdf1,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.