Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16397
Título: Processamento executivo na perturbação do espetro do autismo : Análise de uma tarefa de controlo inibitório e relação com frequência e tipo de comportamento repetitivo e restrito
Autor: Lucas, Mariana Ferreira dos Santos
Orientador: Branco, Miguel Castelo
Branco, Joana Castelo
Palavras-chave: Autismo
Funções Executivas
Controlo Inibitório
Go/NoGo
Comportamento Restrito e Repetitivo
Estereotipias
ECR-R
Autism
Executive Functions
Inhibitory Control
Go/NoGo
Restricted and Repetitive Behavior
Stereotypies
RBS-R.
Data de Defesa: 8-Jan-2015
Resumo: No presente estudo propôs-se avaliar o desempenho executivo nas Perturbações do Espetro do Autismo (PEA) e a sua relação com o comportamento restrito e repetitivo característico desta população. O estudo foi composto por duas partes fundamentais. Numa primeira parte, avaliou-se uma função componente do processamento executivo, o controlo inibitório, a partir da tarefa Go/NoGo e comparou-se a eficiência do mesmo entre um grupo de 10 crianças com Desenvolvimento Típico e um grupo de 10 crianças com Perturbação do Espetro do Autismo. Os resultados obtidos indicaram que o grupo diagnosticado com PEA teve maior dificuldade na execução da tarefa, por apresentar um número maior de Erros de Comissão. Ainda no grupo com PEA, os resultados da tarefa de controlo inibitório foram relacionados com o tipo e frequência de comportamentos restritos e repetitivos avaliados e categorizados a partir de informação dada pelos prestadores de cuidados das crianças com PEA, através da Escala de Comportamentos Repetitivos – Revista (ECR-R). A análise destes resultados concluiu a existência de uma correlação positiva entre o número de Erros de Comissão e o Comportamento Estereotipado, nesta população
The present study aimed to evaluate executive performance in autism spectrum disorders (ASD) and its relationship with the restricted repetitive behavior, a well-known characteristic of this population. The study had two main parts. In the first part we evaluated one of the main structures of executive function, the inhibitory control. This function was assessed with the Go / NoGo task and compared the efficiency of response inhibition among a group of 10 typically developing children and a group of 10 children with autism spectrum disorder. The results indicated that the group diagnosed with ASD had greater difficulty in performing the task, for the large number of Commission Errors. Regarding the group with ASD, the task measures of inhibitory control showed a significant association with the type and frequency of the restricted repetitive behavior of the group. This information was given and categorized through the Repetitive Behaviors Scale - Revised (RBS -R) that was completed by the caregivers of children with ASD. Statistical inference lead indeed to the conclusion that there is a positive correlation between the number of Commission Errors and the frequency of Stereotyped Behavioral patterns in this population.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16397
Aparece nas colecções:ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_finalíssima (2).pdf1,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.