Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16152
Título: Prescrição de antibióticos e aparecimento de microrganismos multirresistentes em doentes internados em serviço de cirurgia
Autor: Freitas, Maria Silvina Peixoto de Freitas
Orientador: Amado, João Manuel da Costa
Lemos, Laurinda Maria da Silva Guimarães
Data de Defesa: Out-2010
Resumo: A prescrição de antibióticos tantas vezes efectuada de uma forma menos objectiva e cientificamente infundada, acarreta além de custos sócio-económicos acrescidos, o aparecimento de multirresistências e eventuais repercussões importantes no doente. Têm sido efectuados diversos estudos, nacionais e internacionais, sendo muitos deles multicêntricos. Em Portugal, a realidade destes estudos, efectuados com inquéritos de prevalência, têm proporcionado informações relevantes mas, nem sempre valorizadas ou aproveitadas pelas instituições de saúde. O presente estudo pretende contribuir para um melhor conhecimento da realidade do Centro Hospitalar do Alto Ave (CHAA). Trata-se de um estudo descritivo das multirresistências bacterianas e da análise de custos. Tem como objectivos descrever e avaliar a importância da prescrição de antibióticos e o aparecimento de microrganismos multirresistentes nos doentes internados nos Serviços de Cirurgia Geral (SCG) do CHAA. Na colheita de dados foram utilizados os processos clínicos, os programas informáticos CLINIDATA, SONHO, SAM, SAPE, ALERT, HEPIC e PrEl-Farmácia e na analise dos dados o programa informático Excell. Os resultados do Perfil de Sensibilidade (PS) dos cocos Gram positivo dos diversos produtos biológicos, revelaram uma percentagem de sensibilidade inferior a 50% para a penicilina, a ampicilina, a cefotaxima, a eritromicina e a ciprofloxacina; percentagens entre 50% e 85% para a gentamicina, a clindamicina e o co-trimoxazol e superior a 85% para a vancomicina e a teicoplanina. A percentagem de Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA) isolados nos SCG foi de 72%, valor este mais alto que o verificado para a globalidade dos Serviços do CHAA (49%). Dos antibióticos testados para os cocos Gram positivo, os que apresentaram Índice de Prioridade (Ip) mais elevado foram a gentamicina (3112), seguido pelo co-trimoxazol (1912) e a clindamicina (254). Os bacilos Gram negativo apresentaram uma sensibilidade inferior a 50% apenas para a ampicilina, e uma sensibilidade entre 50 e 85% para a amoxicilina/ác clav, a cefotaxima, a ceftazidima, a ciprofloxacina, a nitrofurantoina e o co-trimoxazol; a sensibilidade foi superior a 85% para os restantes antibióticos testados. Nos bacilos Gram negativo isolados, o Índice de Prioridade mais alto pertenceu à gentamicina (3145), seguido do co-trimoxazol (1345). Os antibióticos mais prescritos no SCG do CHAA foram o metronidazol (33,8% das prescrições), seguido da piperacilina/tazobactam (com 24,9%) e dos carbapenemos (com 22,5%).Os custos respeitantes ao meropenemo representaram 33,8% dos gastos totais, seguidos pela associação da piperacilina/tazobactam com 19,7%, da tigeciclina com 18,8% e do ertapenemo com 12,8%. A associação destes quatro antibióticos representaram 85,2% dos gastos com antibióticos no SCG do CHAA. Nas conclusões destacou-se um factor importante a valorizar nesta análise das prescrições dos antibióticos e das inerentes resistências, que foi a nova política de saúde que levou ao aumento das cirurgias de ambulatório. Esta nova realidade poderá influenciar a tendência estabilizadora ou decrescente das Infecções do local cirúrgico (ILC) e das Infecções Associadas aos Cuidados de Saúde (IACS) e, consequentemente, da prescrição de antibióticos. Os carbapenemos foram os antibióticos mais prescritos no CHAA (22,5%) o que poderá justificar o aumento das resistências ao imipenemo e dos outros antibióticos deste grupo, dada a pressão selectiva que o seu uso acarreta. Nos SCG este grupo de antibióticos foi escolhido para profilaxia da ILC. Os antibióticos mais prescritos em profilaxia da ILC (ceftriaxona, metronidazol, piperacilina/tazobactam, ertapenemo e ciprofloxacina) são variáveis, recentes e honorosos. Actualmente existem alternativas comprovadamente eficazes, mais económicas e com menos efeitos de pressão selectiva. Assim, com este estudo pretendeu-se apresentar um plano de prescrição de antibióticos na ILC e a recomendação para a realização de exames microbiológicos e de antibiogramas, para detectar o precocemente aparecimento de resistências e seleccionar o antibiótico mais adequado para combater a infecção. Os novos protocolos deverão basear-se nos antibióticos que apresentaram o Índice de Prioridade mais elevado (gentamicina e co-trimoxazol) e propô-los como os mais adequados na maioria das situações clínicas. Deverão ser reservados os antibióticos mais eficazes e/ou de última linha para quadros clínicos mais graves ou complexos, para locais de difícil penetração de antibióticos ou em utentes com patologia associada, nomeadamente, insuficiência renal. O Índice de Prioridade poderá ajudar na escolha adequar da prescrição dos antibióticos, como na contenção dos gastos, reduzindo os custos. A informação e a divulgação das tabelas indicativas dos resultados e das poupanças conseguidas, serão uma boa forma dos profissionais de saúde e das entidades responsáveis avaliarem o impacto da boa escolha do antibiótico e da redução do aparecimento de microrganismos multirresistentes nos doentes no CHAA
The prescription of antibiotics so often done in a less objective and scientifically unfounded, carries socio-economic costs as well as the emergence of multidrug resistance and significant impact on the patient. Several national and international studies have been made, many of them multi-center. In Portugal, the reality of these studies, carried out by prevalence surveys have provided relevant information but not always appreciated or exploited by health institutions. This study aims to contribute to a better knowledge of the Hospital Center of Alto Ave (CHAA). This is a descriptive study of bacterial multidrug resistance and cost analysis. It aims to describe and assess the importance of the prescription of antibiotics and the emergence of multidrugresistant microorganisms in patients hospitalized at the Department of General Surgery (SCG) of the CHAA. For data collection were used clinical process, computer programs CLINIDATA, SONHO, SAM, SAPE, ALERT, and Prelate HEPIC Pharmacy and data analysis computer program Excel. Results of Sensitivity Profile (PS) from Gram positive cocci of various organic products, revealed a rate of less than 50% sensitivity to penicillin, ampicillin, cefotaxime, erythromycin and ciprofloxacin; percentages between 50% and 85% for gentamicin, clindamycin and cotrimoxazole and above 85% for vancomycin and teicoplanin. The percentage of methicillinresistant Staphylococcus aureus (MRSA) isolated in the SCG was 72% which is higher than that observed for the whole of the CHAA Services (49%). From antibiotics used for Gram positive, those who had higher Priority Index (Ip) were gentamicin (3112), followed by cotrimoxazole (1912) and clindamycin (254). Gram negative bacilli had a sensitivity of less than 50% only for ampicillin, and a sensitivity between 50 and 85% for amoxicillin/ác clav, cefotaxime, ceftazidime, ciprofloxacin, nitrofurantoin and co-trimoxazole, sensitivity was higher than 85%for the other antibiotics tested. In Gram negative isolates, the highest priority index belonged to gentamicin (3145), followed by co-trimoxazole (1345). The most prescribed antibiotics in the SCG of CHAA were metronidazole (33.8% of prescriptions), followed by piperacillin/tazobactam (24.9%) and carbapenem (22.5%). Costs relating to meropenem represent 33.8% of total expenditures, followed by the association of piperacillin/tazobactam 19.7%, 18.8% for tigecycline and 12.8% ertapenem. The combination of these four antibiotics represents 85.2% of spending on antibiotics at the SCG CHAA. The conclusions highlight was an important factor to enhance this analysis of prescriptions of antibiotics and related resistance, which was the new health policy that led to the increase in outpatient surgeries. This new reality can influence the tendency of stabilizing or decreasing surgical site infections (ILC) and the Associated Infections Healthcare (IACS) and hence the prescription of antibiotics. The carbapenems were the most prescribed antibiotics in the CHAA (22.5%) which could justify the increase in resistance to imipenem and other antibiotics of this group, given the selective pressure that its use entails. In SCG this group of antibiotics was chosen for prophylaxis of ILC. The most prescribed antibiotics in the prophylaxis of ILC (ceftriaxone, metronidazole, piperacillin /tazobactam, ciprofloxacin and ertapenem) wich are mixed and recent honorees. There are currently alternatives prove effective, cheaper and with less effects of selective pressure. Thus, this study aimed to present a plan for prescription of antibiotics in the ILC and the recommendation to perform microbiological tests and antibiotic susceptibility tests to detect the early emergence of resistance and select the most appropriate antibiotics to fight infection. The new protocols should be based on the antibiotics that had higher Priority Index (gentamicin and co-trimoxazole) and propose them as the most suitable in most clinical situations. Other antibiotics, more effective and/or last line should be reserved to more severe or complex clinical cases or for difficult antibiotic penetration or users with associated pathology, including renal failure. The Priority Index may help in choosing the adequate prescription of antibiotics, such as help curb spending and reduce costs. The dissemination of information and tables, indicative of the results and savings achieved will be a good form of health care professionals and responsible entities for assessing the impact of good choice of antibiotics and reducing the emergence of multidrug-resistant microorganisms in patients from the CHAA.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16152
Aparece nas colecções:ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.