Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/16026
Título: A Dupla Lua : indicadores de validação junto de filhos de famílias divorciadas
Autor: Lima, Bruno Eduardo de Macedo
Orientador: Gonçalves, Armanda Paula Cunha
Palavras-chave: Dupla Lua
Aferição
Validade de Constructo
Validade Convergente
Validade Discriminante
Utilidade Clínica
Double Moon
Validation Process
Construct Validity
Convergent Validity
Discriminant Validity
Clinical Utility
Data de Defesa: 21-Mar-2014
Resumo: Este estudo surge no âmbito da continuação da aferição do instrumento italiano A Dupla Lua (Greco, 2004) para o contexto português, iniciado por Costa (2013) e Moreno (2013). Os objetivos prenderam-se com a avaliação das propriedades psicométricas da validade de constructo através da validade convergente e validade discriminante e a utilidade clínica junto de uma amostra de 20 participantes, nove rapazes e 11 raparigas filhos de famílias divorciadas com idades entre os 6 e os 16 anos. Para a avaliação da validade convergente utilizamos o Teste do Desenho da Família (TDF) de Corman (2003) e para a validade discriminante aplicamos a CBCL na versão de Achenbach (1991). Os resultados apontam-nos para uma convergência razoável entre os constructos da Dupla Lua e os domínios selecionados do TDF num valor igual ou superior a metade da amostra (10). Por sua vez, os resultados da validade discriminante indicam que não existe relação entre os constructos. A Dupla Lua demonstrou ser sensível na avaliação dos constructos que se propõe avaliar, permitindo uma representação fina dos limites e pertença familiares, o que lhe confere utilidade no âmbito clínico português de avaliação de fronteiras, pertenças e conflitos familiares.
This study continues the validation process of the Italian instrument The Double Moon (Greco, 2004) to the Portuguese context, started by Costa (2013) and Moreno (2013). The objectives were related to the assessment of the psychometric properties of construct validity through convergent validity and discriminant validity and clinical utility made with a sample of 20 participants, nine boys and 11 girls from divorced families aged from 6 to 16 years. For the assessment of the convergent validity, we used the Family Drawing Test of Corman (2003) and for the discriminant validity we applied the CBCL version of Achenbach (1991). The results point us to a reasonable convergence between the constructs of the Double Moon and the selected domains of Family Drawing Test in an amount equal to or greater than half the sample (10). In turn, the results of discriminant validity indicated that there is no relationship between the constructs. The Double Moon proved to be sensitive in the assessment of the constructs that it intends to evaluate, allowing a fine representation of the family boundaries and belongings, which translates utility in the Portuguese clinical setting when assessing boundaries, belongings and family conflicts.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/16026
Aparece nas colecções:FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Bruno Lima.pdf5,97 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.