Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15914
Título: Caracterização genética de plasmídeos relacionados com a resistência a quinolonas em Escherichia coli = Genetic characterization of plasmids associated with quinolone resistance in Escherichia coli
Autor: Macedo, Gonçalo Nuno Barroca de
Orientador: Manaia, Célia
Data de Defesa: 28-Fev-2014
Resumo: As águas residuais e alguns cursos de água representam importantes reservatórios de bactérias resistentes a antibióticos e dos seus genes, uma vez que recebem bactérias comensais e patogénicas de origem humana e animal. Por esse motivo, a água constitui um importante veículo de disseminação de bactérias de origem fecal, como por exemplo Escherichia coli, principalmente em ambientes urbanos. A prevalência de resistência a beta-lactâmicos e a quinolonas tem vindo a aumentar em E. coli, possivelmente devido a processos de transferência horizontal de genes. Muitos dos genes que conferem resistência a estes antibióticos estão localizados em plasmídeos, em particular nos plasmídeos do grupo de incompatibilidade F (incF). Neste estudo, 11 isolados de Escherichia spp. resistentes a ciprofloxacina, foram caracterizados com o intuito de compreender os mecanismos utilizados na dispersão de resistência a quinolonas. As estirpes estudadas, nove E. coli e duas E. fergusonii, foram isoladas de águas residuais municipais e de efluente hospitalar. A pesquisa de determinantes genéticos de resistência a quinolonas, a beta-lactâmicos e de integrões, revelou a presença os genes aac(6’)-Ib-cr (n=4), qepA (n=2) e qnrS (n=1), blaTEM (n=6), blaOXA (n=3), ampC (n=11) e integrões de classe 1 (n=10). Não foram detectados os determinantes genéticos qnrA, qnrB, qnrC, qnrD, blaCTX nem blaSHV, também pesquisados. A caracterização dos grupos de incompatibilidade dos plasmídeos permitiu concluir que todos os isolados possuíam plasmídeos incF e ainda incI1 (n=2), incN (n=2), incY (n=2), IncA/C (n=2), incK (n=2) e incB/O (n=3). Após ensaios de transformação com a estirpe E. coli Top10 como receptora, houve aquisição de plasmídeos incF a partir de duas estirpes dadoras, e dos genes aac(6’)-Ib-cr (1/2), qnrS (1/2), blaTEM (1/2) e ampC (2/2). A caracterização por Multilocus Sequence Typing (MLST) dos replicões dos plasmídeos incF permitiu identificar sete genótipos distintos. Este trabalho sugere uma elevada diversidade de plasmídeos em estirpes de Escherichia provenientes de efluentes municipais ou hospitalares e que podem estar associados à disseminação de resistência a quinolonas e beta-lactâmicos. Estudos futuros ajudarão a compreender quais os factores ambientais que podem potenciar a transferência destes plasmídeos para outras bactérias no ambiente.
Wastewater and some surface water bodies represent important reservoirs of resistant bacteria and of antibiotic resistance genes, for example of the genus Escherichia, mainly in urban environments. In recent years, beta-lactam- and quinolone-resistant E. coli has been increasing due to horizontal gene transfer and several genes associated with these resistance types are known to be located in plasmids, in particular in plasmids belonging to incompatibility group F (incF). In this study, 11 ciprofloxacin-resistant Escherichia spp. isolates were characterized in order to get additional insights about the modes of dispersion of quinolone resistance. The strains studied, nine E. coli and two E. fergusonii, were isolated from municipal and hospital wastewater. The screening of resistance genetic determinants to quinolones, beta-lactams and integrons revealed the presence of the genes aac(6’)-Ib-cr (n=4), qepA (n=2) and qnrS (n=1), blaTEM (n=6), blaOXA (n=3), ampC (n=11) and class 1 integrons (n=10). Other resistance genetic determinants such as qnrA, qnrB, qnrC, qnrD, blaCTX and blaSHV, also screened in this study, were not found. Incompatibility group characterization allowed not only the detection of incF plasmids in all isolates, but also incI1 (n=2), incN (n=2), incY (n=2), IncA/C (n=2), incK (n=2) and incB/O (n=3), After transformation assays, using reference strain E. coli Top10 as recipient, incF plasmids were acquired from two donor strains, as well as genes aac(6’)-Ib-cr (1/2), qnrS (1/2), blaTEM (1/2) and ampC (2/2). Multilocus Sequence Typing (MLST) of incF replicons revealed seven distinct genotypes. This work suggests high plasmid diversity among Escherichia spp. strains from municipal or hospital wastewater and that they may be linked to quinolone and beta-lactam resistance dissemination. Future studies will help perceive which environmental factors can enhance the transfer of these plasmids to other bacteria.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15914
Aparece nas colecções:ESB - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.