Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15615
Título: Understanding Portuguese consumers’ beliefs, attitudes and intentions to purchase fair trade products
Autor: Almeida, Maria Portela de
Orientador: Pinheiro, Susana Frazão
Data de Defesa: 22-Mar-2012
Resumo: The remarkable increase in social and environmental awareness in much of today’s society has resulted in the emergence of a group of consumers that increasingly began to interact with ethical factors. These have been shaping consumers’ opinions about products and playing an important role on their purchase decision. The main focus of this study is about a particular ethical issue, the fair trade, that has had a rapidly diffusion of its principles throughout the world and consequently has had a rise in the number of consumers that strongly claim to be supporting this movement through their purchase behavior. The purpose of this thesis is to provide a picture of the main beliefs, attitudes and other constructs of the decision-making process that model the Portuguese consumers’ intentions to purchase fairly traded products. This investigation is based on the modified version of the Theory of Planned Behavior as well as other previous studies in the field of the ethical consumption. This study concludes that the vast majority of Portuguese consumers hold a relatively favorable attitude towards the fair trade cause. The results revealed significantly differences between the groups of consumers in terms of their beliefs and attitudes that underline their intentions to purchase fairly traded products. However, when questioned about the factors that were a major obstacle to their ability to purchase fair trade products, all segments seemed to agree on the same factors, indicating the lack of information available about fair trade products. Also, they suggest that these products should be marketed in a larger number of retail chains outside the fair trade shops such as supermarkets, grocery stores, etc. A great number of respondents also indicated the high price of these products as a reason for not acting according to their intentions. Finally, several differences were noted in terms of demographic features. The target group is composed by females aged above 34 years with higher levels of income.
O aumento notável na consciência social e ambiental em grande parte da sociedade de hoje, conduziu ao aparecimento de um grupo de consumidores que começou cada vez mais a interagir com factores éticos. Estes aspectos têm vindo a moldar a opinião dos consumidores sobre produtos e, a desempenhar um papel importante na sua decisão de compra. O principal foco deste estudo é sobre uma causa social e ambiental, designada por comércio justo, que teve uma difusão rápida dos seus princípios em todo o mundo e, consequentemente, teve um aumento no número de consumidores que afirmam fortemente apoiar este movimento através do seu poder de compra. O objectivo deste trabalho é fornecer um retrato das principais crenças, atitudes e outros determinantes do processo de tomada de decisão que formatam as intenções dos consumidores portugueses em comprar produtos provenientes do comércio justo. Esta investigação baseia-se na versão modificada da Theory of Planned Behavior, bem como em outros estudos anteriores no campo do consumo ético. Este estudo conclui que a maioria dos consumidores portugueses tem uma atitude relativamente favorável em relação ao comércio justo e à compra dos seus produtos. Os resultados revelam diferenças significativas entre os diferentes grupos de consumidores relativamente às crenças e às atitudes que moldam as suas intenções de compra. Contudo, quando questionados sobre quais os factores que os impedem de comprar a quantidade de produtos de comércio justo de que gostariam, há uma concordância entre os segmentos relativamente a alguns factores como a falta de informação disponível sobre os produtos de comércio justo e a fraca comercialização destes produtos em pontos de venda convencionais como supermercados, lojas de produtos naturais, mercearias, etc. Além disso, também referem o elevado preço destes produtos como uma das razões que os leva a não agir de acordo com as suas intenções. Por fim, foram observadas várias diferenças a nível das características demográficas. O segmento alvo é composto principalmente por mulheres com idade acima de 34 anos e com níveis de rendimentos mais elevados.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15615
Aparece nas colecções:FCEE - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertation_Maria_Portela_de_Almeida.pdf1,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.