Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15595
Título: The relationship between task, culture and communication technology in virtual collaboration
Autor: Eggen, Anne Hélène Mariëlle
Orientador: Cunha, Liliana
Oliveira, Eduardo
Palavras-chave: Virtual collaboration
Virtual teams
Task
technology
Culture
Cultural diversity
Colaboração virtual
Equipas virtuais
Tarefa
Tecnologia
Cultura
Diversidade cultural
Data de Defesa: 11-Jun-2013
Resumo: Virtual collaboration is a growing trend and characterized by computer mediated communication and high cultural diversity (Clear & MacDonell, 2011). Because of its composition, virtual collaboration is exposed to several challenges which prejudice the performance (Hollingshead, McGrath, & O’Connor, 1993). Team effectiveness and performance can be improved by a good fit between task and communication technologies (Beise, Carte, Vician, & Chidambaram, 2010). This study is aimed to learn more about how the choice of technology is related to the different tasks in virtual collaboration. An additional aim is to better understand the influence of culture on this relationship. A qualitative research method was implemented by conducting interviews, via communication technologies, with participants from various cultural backgrounds who are involved in virtual collaboration. The interviews were transcribed prior to the data analysis phase, where the data were coded based on content using a semi-inductive interpretation method. Based on the results a clear relationship between the task and technology choice was confirmed. Routine or support tasks, are mainly executed through asynchronous communication tools that offer information richness. For non-routine tasks, which require synchronous communication technologies, the media richness and social presence that the technologies offer is more important. For building and maintaining relationships a variation in use between the various technologies is essential, since all technologies contribute in their own way to building and maintaining relationships. Cultural dimensions limited impact the task-technology relationship, which can be explained by a low awareness of cultural diversity among the participants. When considerable time differences or a gap in infrastructure exist, this can have a big impact on the choice of technology, because technologies get useless. The language barrier affects the task in the sense that more accuracy or interactivity can be required, leading to increased use of complementary technologies.
A colaboração virtual é uma tendência crescente, caracterizada pela comunicação mediada por computador e diversidade cultural (Clear & MacDonell, 2011). Devido à sua composição, a colaboração virtual é uma forma de trabalhar exposta a vários desafios, prejudicando o desempenho (Hollingshead, McGrath, & O'Connor, 1993). A eficácia e o desempenho das equipas podem ser melhorados através do ajuste entre as tecnologias de comunicação e a tarefa (Beise, Carte, Vician, & Chidambaram, 2010). Este estudo tem como objetivo saber mais sobre a escolha de tecnologia em relação com as diferentes tarefas na colaboração virtual. Um objetivo adicional é entender melhor a influência da cultura nesta relação. Um método de investigação qualitativa foi implementado através da realização de entrevistas, via tecnologias de comunicação, com participantes de várias culturas estando ativamente envolvidos em colaboração virtual. As entrevistas foram transcritas antes da fase de análise de dados, onde os dados foram codificados com base no conteúdo usando um método de interpretação semi-indutivo. Os resultados deste estudo mostram que a tarefa e a escolha da tecnologia estão claramente relacionados. Tarefas rotineiras ou de apoio são executadas principalmente por ferramentas de comunicação assíncrona que oferecem uma riqueza de informações. Para tarefas não rotineiras síncrona, a riqueza dos media e presença social são importante. Para construir e manter relacionamentos, uma conjugação entre as diversas tecnologias é essencial, dado que as tecnologias contribuem na sua própria maneira para isso. As dimensões culturais não afetam drasticamente a relação tarefa-tecnologia, podendo isto ser explicado por uma baixa consciência da diversidade cultural entre os participantes. Quando existem grandes diferenças temporais ou lacunas na infraestrutura pode haver um grande impacto nesta escolha, porque as tecnologias tornam-se inúteis. A barreira da língua afeta a tarefa de tal forma que pode ser necessária mais precisão ou interatividade, levando ao aumento do uso de tecnologias complementares.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15595
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.