Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15528
Título: Influência de disfunções oclusais na prevalência de lesões músculo-esqueléticas em jogadores de futebol profissional
Autor: Judas, Nelson Gonçalves
Orientador: Ribeiro, Octávio
Palavras-chave: Oclusão
Disfunções oclusais
Lesões músculo-esqueléticas
Desporto de alto rendimento
occlusion
occlusal disorders
musculoskeletal injuries
Sport high performance
Data de Defesa: Jun-2014
Resumo: A presença de um conjunto de sinais e sintomas a que chamamos disfunções oclusais e temporomandibulares é uma realidade presente na nossa sociedade, pelo que, em desporto de alto rendimento a sua influência tem um impacto considerável na performance desportiva do atleta. É um desafio para os médicos dentistas identificar e atuar da melhor forma de modo a minimizar o seu impacto. A importância em atuar perante casos de disfunções oclusais não passa apenas por uma abordagem preventiva mas também por uma abordagem terapêutica. É importante estabelecer uma oclusão dentária que promova uma relação miocêntrica estável de modo a exercer uma influência positiva a nível muscular. Os sinais e sintomas mais comuns na população, em geral, são: limitação do movimento mandibular, dor orofacial e presença constante de som durante a atividade funcional da articulação temporomandibular. Muitas vezes, devido à escassa informação e a falhas na formação por parte dos médicos dentistas, associado com as fracas condições económicas dos pacientes, a reabilitação não é realizada. Os conceitos que envolvem a oclusão, a postura e a influência nos músculos tiveram uma evolução mais rápida nos últimos vinte anos do que nas quatro décadas anteriores. O objetivo deste estudo assenta na avaliação da influência das disfunções acima mencionadas em lesões músculo-esqueléticas em atletas de alta competição enquadrados na primeira liga de futebol Portuguesa. Foi estudado um grupo de trinta e cinco (35) atletas de futebol da Académica de Coimbra, no qual foram avaliadas as seguintes variáveis de estudo: Disfunções oclusais, Alterações musculares estomatognáticas, Alterações musculares cervicais, Lesões músculo-esqueléticas e idade. Os resultados obtidos revelaram existências estatisticamente significativas (p <0.05) no que concerne à influência de disfunções oclusais no número de lesões músculo-esqueléticas
The presence of a set of signs and symptoms that we call occlusal and temporomandibular disorders is a present reality of our society, so in high performance sports their influence has a considerable impact on the athlete’s performance. It is a challenge for dentists identify and act in the best way to minimize their impact. The importance of acting against cases of occlusal dysfunction is not just about a preventive approach but also a therapeutic approach. It is important to establish a dental occlusion that promotes a stable mio-centric relationship to exert a positive influence in the muscles. The most common signs and symptoms in the population in general is limited mandibular movement, orofacial pain and constant presence of sound during functional activity of the temporomandibular joint. Often, due to lack of information and gaps in training for the dentists associated with weak economic conditions of the patients, rehabilitation is not performed. Concepts involving occlusion, posture and influence in the muscles had a more rapid development in the last twenty years than in the previous four decades. All discoveries that have been made have led to the evolution of theories that provide simpler and more effective therapies. This study builds on the evaluation of the influence of the above mentioned disorders in musculoskeletal injuries in elite athletes framed the first Portuguese league football. A group of thirty-five (35) soccer players of Académica de Coimbra were evaluated in which the variables was studied: Occlusal disorders, Stomatognathic muscular changes, Cervical muscle changes, musculoskeletal injuries and age. The results revealed statistically significant stocks (p <0,05), with respect to the influence of occlusal dysfunctions in the number of musculoskeletal injuries.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15528
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.