Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15324
Título: Precalência da halitose, fatores fisiopatológicos associados : uma proposta de avaliação
Autor: Mourão, Ema Ferreira
Orientador: Ribeiro, Cláudia
Palavras-chave: Halitose
diagnóstico
tratamento
halimetro
teste organolético
Halitosis
diagnosis
treatment
halimeter
organoletic test
Data de Defesa: Jun-2014
Resumo: Objetivos: O presente estudo exploratório, transversal correlacional objetivou, a elaboração de uma proposta de avaliação da halitose, baseada na mensuração do impacto na Qualidade de Vida, focando os principais fatores etiológicos, etimológicos, epidemiológicos bem como a sua classificação, baseada num correto diagnóstico, enfatizando a prevenção e implementação de medidas que visem o tratamento e evitem exames desnecessários, aumentando o custo da doença. Material e métodos: A proposta de avaliação foi alicerçada na revisão da literatura, identificação das variáveis fisiopatológicas, e severidade da patologia auxiliados pela avaliação subjetiva e objetiva, numa amostra selecionada por conveniência, de um universo de 630 pacientes que recorreram à consulta da Clinica Dentária Universitária da Universidade Católica Portuguesa no mês de janeiro de 2014. Resultados: Dos 104 pacientes envolvidos neste estudo 67,3% eram do sexo feminino, com média etária de 29±12,9 anos. Os valores mais elevados e estatisticamente significativos da monotorização de sulfetos estão associados a indivíduos com mais idade, maior perceção de boca seca, elevado número de horas sem comer, número de cafés ingeridos por dia e número de vezes que ingere líquidos diariamente. Os resultados da presente investigação sugerem que as variáveis demográficas, socioeconómicas e clínicas estão associadas a diferenças significativas na Qualidade de Vida e nas complicações crónicas cumulativas associadas à halitose. Conclusões: A halitose apresenta-se com impacto desfavorável na Qualidade de Vida dos pacientes. O correto diagnóstico passa pela institucionalização de uma proposta de avaliação, particularmente associada ao tratamento geral da halitose do qual deve constar: (1) orientação da dieta e higiene oral; (2) tratamento dentário geral ou específico e (3) referenciação a outros profissionais de saúde, quando necessário. Urge definir medidas preventivas na resolução da mesma em pacientes de risco, com base nos resultados obtidos, objetivando a implementação de protocolos de atuação.
Objectives: The present transversal co relational exploratory study has focused on the elaboration of a proposition of assessment of halitosis based on the measurement of the impact on the Quality of Life, focusing the main etiologic, etymological, epidemiologic factors, as well as their classification, based on a correct diagnosis, emphasizing the prevention and implementing ways which aim the treatment and avoid unnecessary exams, enhancing the cost of the disease. Material and methods: The assessment proposal was rooted on the revision of the literature, identification of the physiological and pathological variables, the pathology severity, aided by the subjective and objective assessment, within a sample selected by convenience, from a universe of 630 patients who have come to the consultation at the Clínica Dentária Universitária da Universidade Católica Portuguesa, in the month of January 2014. Results: from the 104 patients involved in this study, 67,3% were female, with an average age of 29±12,9 years old. The highest and most significant values of the sulphites’ monitoring are related to older individuals, with greater dry mouth perception, high number of hours without eating, daily ingested amount of coffee, and the number of times which they ingest liquids daily. The results of the present investigation suggest that the demographic, socio-economic and clinical variables are related to significant differences in the Quality of Life, and in the chronic cumulative complications related to halitosis. Conclusions: Halitosis presents itself with a negative impact on the patients’ Quality of Life. The correct diagnosis must include the institutionalization of an assessment proposal, particularly related to the general treatment of halitosis, in which must be included: (1) diet and oral hygiene guidance; (2) general or specific dental treatment and (3) report to other health professionals, whenever needed. It is urgent to define preventive measures on its resolution on risk patients, based on the results, aiming the implementation of action protocols.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15324
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ema Mourão.pdf3,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.