Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15319
Título: Fenótipo gengival - estudo radiográfico e fotográfico das dimensões da unidade dento-gengival-estudo piloto
Autor: Silva, Stefanie da Costa
Orientador: Marques, Tiago
Araújo, Filipe
Palavras-chave: Estética Gengival
Unidade Dento-gengival
Fenótipo Gengival
Radiologia Digital
Fotografia Digital
Gingival Esthetics
Dentogingival Unit
Gingival Phenotype
Digital Radiology
Digital Photography
Data de Defesa: Jun-2014
Resumo: INTRODUÇÃO: A aparência do sorriso tem um grande impacto na vida social e profissional dos indivíduos. A unidade dento-gengival é um fator-chave na determinação da estética do sector anterior. No entanto, para que isso se verifique é necessário que o espaço biológico, compreendido nessa unidade, seja preservado. Durante o planeamento dos tratamentos é essencial ter em consideração o fenótipo gengival e a forma como o mesmo poderá influenciar os resultados. OBJETIVO: Caracterizar o fenótipo gengival de alunos da Universidade Católica Portuguesa, através da análise de radiografias e fotografias digitais. METODOLOGIA: Recolha padronizada de 50 fotografias e 50 radiografias digitais, em 50 indivíduos (13 homens e 37 mulheres), com uma média de 23 anos de idade. Nas fotografias foram avaliadas as seguintes variáveis: (1) Forma da Coroa; (2) Altura da Gengiva Queratinizada; (3) Altura da Papila; (4) Ângulo Gengival. Nas radiografias foram avaliadas as seguintes variáveis: (A) Espessura da Gengiva Livre (G1 e G2); (B) Espessura da Gengiva na Inserção Supracrestal (G3, G4 e G5); (C) Espessura da Gengiva Aderida (G6); (D) Espessura do Osso Alveolar; (E) Distância da Linha Amelo-Cementária à Crista Alveolar (Distância AC-CA); (F) Distância da Linha Amelo-Cementária à Margem Gengival Livre (Distância AC-MG). Como tratamento estatístico, executou-se uma análise estatística descritiva e, para cada uma das variáveis o teste de Kolmogorov-Smirnov, para verificar se a distribuição era normal. Estudou-se a correlação entre variáveis, utilizando a correlação de Pearson. Para a comparação das distribuições nas variáveis de acordo com o género foi utilizado o t test de Student. RESULTADOS: Para (p-value < 0,01), a correlação entre Altura da Papila e Ângulo Gengival é das mais fortes (r=-0,734), obtendo-se, na Altura da Papila, maiores valores para os homens e, para o Ângulo Gengival, nas mulheres. A correlação entre a Forma da Coroa e a Espessura da Gengiva Aderida (G6), não apresenta valores com significado estatístico (r=-0,065). CONCLUSÃO: As correlações mais significantes estatisticamente são: (1) Altura da Papila e Ângulo Gengival; (2) Espessura da Gengiva Livre (G1) e Espessura da Gengiva Livre (G2); (3) Altura da Papila e Distância AC-MG. Mediante o género, existe uma forte associação entre: (A) Espessura da Gengiva Aderida e o género masculino; (B) Espessura do Osso Alveolar e o género masculino.
INTRODUCTION: The attractiveness of the smile has a big impact on social and professional life of individuals. The dento-gingival unit is a key factor to determine the aesthetic of the anterior sector. However, for this to occur, it is necessary to preserve the biological space included in this unit. During the treatment planning, it is essential to consider the gingival phenotype and how it may influence the results. PURPOSE: The aim of this study is to characterize the gingival phenotype of a sample students from Portuguese Catholic University, through the analysis of digital radiographs and photographs. METHODS: 50 standardized photographs and radiographs were taken in 50 patients (13 men and 37 women) with an average of 23 years old. The photographs were assessed: (1) Crown Form; (2) Height of Keratinized Gingiva; (3) Papilla Height; (4) Gingival Angle. Through radiographs was possible to analyze: (A) Thickness of Free Gingiva (G1 and G2); (B) Thickness of Gingiva in the Supracrestal Attachment (G3, G4 and G5); (C) Thickness of Attached Gingiva (G6); (D) Thickness of Alveolar Bone; (E) Distance from Amelo-Cementum line to the Alveolar Crest (AC-CA Distance); (F) Distance from Amelo-Cementum line to the Free Gingival Margin (AC-MG Distance). Statistical analysis was performed using Kolmogorov-Smirnov test, to check if the distribution was normal, Student t test, to compare variables distributions according to gender and Pearson's correlation, to study the correlation between variables. RESULTS For p-value < 0,01, the correlation between Papilla Height and Gingival Angle is one of the strongest (r=-0,734), obtaining, for Papilla Height, higher values for men and for Gingival Angle, higher values for women. The correlation between Crown Form and Thickness of Attached Gingiva (G6), shows no values with statistical significance (r=-0,815). CONCLUSION: The most statistically significant correlations are: (1) Papilla Height and Gingival Angle; (2) Thickness of Free Gingiva (G1) and Thickness of Free Gingiva (G2); (3) Papilla Height and AC-MG distance. By gender, there is a strong association between: (A) Thickness of Attached Gingiva and male gender; (B) Thickness of Alveolar Bone and male gender.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15319
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Fenótipo Gengival - Stefanie Silva.pdf2,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.