Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15317
Título: Nichos oclusais em prótese parcial removível : serão mais suscetíveis a cárie dentária?
Autor: Paula, Ana Lúcia Fernandes
Orientador: Correia, André
Silva, Ana Margarida
Palavras-chave: Prótese parcial removível
apoio oclusal
nicho
cáries dentárias
higiene oral
Removable partial denture
occlusal rest
rest seat
dental caries
oral hygiene
Data de Defesa: Jun-2014
Resumo: a prótese parcial removível é uma das soluções para reabilitar a cavidade oral de pacientes parcialmente desdentados. Na fase pré-protética devem-se preparar os nichos na superfície do dente pilar, pois permitirão a adaptação do apoio oclusal para um correto suporte da prótese em boca. Contudo, a execução do nicho é considerada por muitos profissionais como uma iatrogenia, suscetível a lesões de cárie. Objetivos: avaliar a prevalência de cáries dentárias nos nichos dos dentes pilares das próteses parciais removíveis. Verificar se existe relação entre os nichos protéticos, cárie nos dentes pilares e não pilares, índice de placa e prematuridade/interferência no apoio. Determinar se existe uma diferença significativa entre os nichos e os restantes dentes homólogos/antagonistas da cavidade oral, ao nível da presença de cárie dentária. Material e métodos: foram contatados, para efetuarem uma consulta de controlo, os pacientes que colocaram próteses parciais removíveis esqueléticas na Clínica Universitária da UCP-Viseu, entre 2010 e 2013. Numa ficha clínica especificamente preparada para estas consultas, foram registados dados referentes à cavidade oral e à prótese. A análise estatística foi efetuada com recurso aos testes t de Student, coeficiente de correlação de Pearson e teste de Fisher (p<0,05). Resultados: a taxa de adesão foi de 35,6%. Nos 53 pacientes analisados, a média de idades foi de 60 anos. Cerca de 62,3% dos casos estudados apresentavam reabilitação bi-maxilar. O índice de placa dos dentes pilares (1,49), foi maior, comparativamente ao dos não pilares (1,31). Dos 255 nichos avaliados, 23 apresentavam cárie. Verificou-se que havia uma relação significativa, entre o número de nichos e o número de cáries. Não se verificou associação entre as cáries nos nichos, o índice de placa dos dentes pilares, prematuridade/interferência no apoio, índice de cariados, perdidos e obturados dos dentes pilares, bem como no parâmetro cárie dos dentes não pilares. Conclusão: dentro das limitações deste estudo, podemos concluir que os nichos protéticos não apresentam mais lesões de cárie dentária do que os restantes dentes da cavidade oral. Contudo, quanto maior o número de nichos de uma reabilitação, maior a possibilidade de se verificarem lesões de cáries.
Introduction: the removable partial denture is one of the solutions to rehabilitate the oral cavity from partially edentulous patients. In the pre-prosthetic stage, the rest seat is prepared in the surface of the abutment tooth, which will allow the adaptation of the occlusal rest for a correct support of the denture. The implementation of the rest seat is though considered, by many professionals, as an iatrogenic, leading to caries lesions. Objectives: to evaluate the prevalence of dental caries in rest seats of abutments teeth from partial removable dentures. To check whether there is a relationship between the prosthetic rest seats, caries in the abutment and non-abutment teeth, plaque index and prematurity or interference in the occlusal rest. To determine if there is a significant difference between the presence of dental caries in rest seat in comparison with other homologous/antagonists teeth in the oral cavity. Material and methods: the patients, who were placed in skeletal removable partial dentures at University Clinic of Catholic University-Viseu between 2010 and 2013, were contacted to make a control visit. Data regarding the oral cavity and the prosthesis were collected and recorded in a specifically prepared protocol. Statistical analysis was performed by using the t test Student, Pearson correlation coefficient and Fisher (p<0.05). Results: the accession rate was 35.6%. The average age of the 53 analyzed patients was 60 years old. About 62.3% of the evaluated patients had bi-maxillary rehabilitation. The plaque index of the abutment teeth (1,49) is bigger when compared to the nonabutment teeth (1,31). From the 255 rest seat evaluated, 23 had dental caries. It was found that there was a significant relationship between the rest seat and the number of dental caries. There was no association between caries in rest seats, the plaque index on abutment teeth, prematurity/interference in the support, dentition status of abutment teeth as well as in the caries parameter of non-abutment teeth. Conclusion: within the constraints of this study it can be concluded that prosthetic rest seats do not have more dental caries lesions that the remaining teeth of oral cavity. However, the bigger the number of rest seats of a rehabilitation, the bigger the possibility of occurring caries lesions.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15317
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia Ana Lucia Paula Viseu 2014.pdf898,18 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.