Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15309
Título: Avaliação clínica da utilização profilática de clorohexidina no controlo de complicações pós-operatórias na consulta de cirurgia oral da clínica dentária universitária da UCP
Autor: Rebelo, Nelson Daniel Sobral
Orientador: Borges, Tiago Ferreira
Pereira, Miguel Silva
Palavras-chave: complicações pós-operatórios
cirurgia oral
clorohexidina
bochechos
colutórios
profilaxia
antisséptico
Postoperative complications
chlorhexidine
mouthwash
mouthwashes
prophylaxis
anti-bacterial
Data de Defesa: Jun-2014
Resumo: O acto cirúrgico oral é, por norma, uma intervenção que executada de forma planeada produz raras complicações tardias. Os acidentes e complicações surgem por varias razões, nomeadamente falhas de diagnóstico e planeamento, técnica operatória deficiente, ausência de assépsia e um mau controlo pós-operatório. Torna-se então necessário controlar os sintomas pós-operatórios. A clorohexidina é um anti-séptico que actua contra as bactérias da cavidade oral e é amplamente utilizada na medicina dentária. Bochechos orais com clorohexidina demonstraram uma redução da flora oral e uma redução na incidência de complicações pós-operatórias. O objectivo deste estudo randomizado assenta na avaliação clínica da utilização profilática de clorohexidina no controlo das complicações pós operatórias na consulta de cirurgia oral da Clínica Universitária da Universidade Católica Portuguesa. Foram constituídos dois grupos de estudo: GrupoI- ou grupo de controlo, em que não foi realizada profilaxia com clorohexidina; e o Grupo II constituído por indivíduos em que foi utilizada a profilaxia com clorohexidina, sendo posteriormente avaliadas na consulta de controlo várias complicações pós-cirúrgicos como hemorragias, hematomas, alveolites, edema, dor e trismo. Os resultados obtidos revelaram que não existem diferenças estatisticamente significativas entre os grupos (p >0.05), no que concerne ao controlo das complicações pós-operatórias pelo que se pode inferir que o bochecho com clorohexidina parece não influenciar de forma marcada a incidência deste tipo de complicações.
The oral surgical procedure is normally an intervention that correctly planned and executed produces rare postoperative complications. Accidents and complications arise for several reasons, including diagnosis and planning, incorrect surgical technique, poor aseptic care and postoperative control failures, becoming necessary to control postoperative symptoms. Chlorhexidine is an antiseptic against bacteria from the oral cavity and is widely used in dentistry. Oral rinses with chlorhexidine showed a reduction in oral flora and a reduction in the incidence of postoperative complications. The aim of this randomized study is to evaluate the prophylactic use of chlorhexidine in controlling postoperative complications in outpatient Oral Surgery at the University Clinic of the Catholic University of Portugal. Two study groups were designed: Group I - consisting of a control group in which no prophylaxis with chlorhexidine was performed, and Group II comprised of individuals that prophylaxis with chlorhexidine was used. In post-operative control visits were evaluated different parameters such as bleeding, bruising, alveolitis, edema, pain and trismus. The results revealed no statistically significant differences between groups (p> 0.05), in relation to the control of postoperative complications so we can say that rinsing with chlorhexidine seems not to influence the incidence of these type of complications
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15309
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia.pdf1,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.