Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15295
Título: Avaliação da distribuição relativa e fatores de risco da alveolite na consulta de cirurgia oral da clínica dentária universitária da UCP
Autor: Simões, Tiago João Ferreira dos Santos Correia
Orientador: Borges, Tiago Gonçalves Ferreira
Pereira, Miguel Alexandre da Silva
Palavras-chave: alveolite seca
osteíte alveolar
extração dentária
incidência
fatores de risco
dry socket
alveolar osteitis
tooth extraction
incidence
risk factors
Data de Defesa: Jun-2014
Resumo: A alveolite seca é uma das complicações pós-operatórias mais comuns decorrentes da extração dentária. Esta patologia é derivada da perturbação da cicatrização normal pósextração, o que vai comprometer a normal remodelação e reparação óssea pós-extracional. Apesar da etiologia desta patologia ainda não ser bem entendida, é relatado que a alveolite seca é resultante da desintegração do coágulo sanguíneo por mecanismos de fibrinólise. Existem diversas definições propostas para a alveolite seca. No entanto, vários autores realçam a definição apresentada por Blum (2002), a qual refere que a alveolite seca pode ser definida como dor pós-operatória dentro e ao redor do alvéolo, que aumenta em intensidade entre o primeiro e o terceiro dia após a extração dentária, existindo perda parcial ou total do coágulo sanguíneo do alvéolo, apresentando ou não halitose. O objetivo deste estudo é avaliar a incidência de alveolite seca no controlo das complicações pós-operatórias resultantes das exodontias efetuadas na consulta de Cirurgia Oral na Clínica Dentária Universitária da Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional das Beiras, assim como os fatores associados ao seu aparecimento. Durante o tempo de recolha de dados para este estudo, foram incluídas 134 extrações, realizadas em 87 pacientes e foram diagnosticados 3 casos de alveolite seca, correspondendo a uma incidência de 2,24 %. Estes resultados são comparáveis aos resultados de estudos anteriores referenciados na bibliografia. Não foi possível aceitar ou rejeitar qualquer das hipóteses colocadas e portanto seria necessário efetuar um estudo mais prolongado com uma amostra maior que permitisse um estudo mais aprofundado dos fatores de risco, inerentes à alveolite seca.
Dry socket is one of the most common post-operative complications deriving from dental extraction. This pathology is derived from the disruption of the normal post-extraction healing, which will compromise the normal remodeling and post-extaction bone healing. Although the etiology of this disease is not yet well understood, it is reported that dry socket is the result from disintegration of the blood clot by fibrinolysis mechanisms. There are several definitions proposed for dry socket, however, many authors emphasize the definition presented by Blum (2002), which states that dry socket could be defined as postoperative pain in and around the socket that increases in intensity between the first and third day after tooth extraction, existing partial or total loss of the blood clot in the socket, presenting or not halitosis. The aim of this study is to evaluate the incidence of dry socket in the control of postextractions complications resulting from dental extraction performed in Oral Surgery appointments at the Dental University Clinic of the Catholic University of Portugal – Viseu, as well as the factors associated with its occurrence. During the time of data collection for this study, 134 extractions were included, performed in 87 patients and 3 cases of dry socket were diagnosed, corresponding to an incidence of 2,24 %. These results are comparable to the results of previous studies reported in the literature. It wasn’t possible to accept or reject any of the hypothesis made and therefore it would be necessary to make a longer study with a bigger sample which allows a better risk factors study inherent to dry socket.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15295
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese final.pdf9,42 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.