Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15283
Título: Perceção do impacto estético na avaliação de alterações na linha média dentária e presença de diastema interincisivo por leigos, médicos dentistas e alunos de medicina dentária
Autor: Sancho, José Luis Coelho
Orientador: Alves, Armindo
Reis, Metre Alexandra
Palavras-chave: Ortodontia
estética
sorriso
linha média dentária maxilar
diastema interincisivo maxilar
Escala Visual Analógica
Orthodontics
esthetic
smile
maxillary dental midline
maxillary intercisal diastema
Visual Analog Scale
Data de Defesa: Jun-2014
Resumo: Introdução: A estética do sorriso é preponderante para o diagnóstico e elaboração do plano de tratamento ortodôntico. Um sorriso harmonioso e equilibrado influencia positivamente o bem-estar individual. Objetivo: Este estudo visa comparar a perceção estética entre médicos dentistas, leigos e estudantes de Medicina Dentária relativamente aos desvios da linha média dentária maxilar e à presença de diastema interincisivo maxilar. Também se comparou a perceção estética entre os estudantes de Medicina Dentária de diferentes unidades de ensino, bem como entre os anos curriculares (4º e 5º) que frequentavam. Metodologia: Foram adicionadas alterações digitais, ao nível do diastema interincisivo maxilar e do desvio da linha média maxilar, que interferissem com o equilíbrio e com a harmonia de um sorriso considerado esteticamente normal, segundo os padrões atuais. As 7 fotografias foram organizadas num álbum para posterior avaliação por parte de três grupos de observadores, que eram compostos por: 100 leigos, 100 médicos dentistas e 100 estudantes de Medicina Dentária, sendo que 34 eram da Universidade Católica Portuguesa, 33 eram da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e 33 eram da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto. A classificação foi efetuada numa Escala Visual Analógica de 100 mm. Resultados: No desvio da linha média de 2 mm, os médicos dentistas foram mais críticos do que os leigos. No desvio da linha média de 4 mm os médicos dentistas e os estudantes de Medicina Dentária foram mais críticos do que os leigos e na comparação por género entre os leigos, os homens foram mais críticos do que as mulheres. Nos desvios da linha média de 6 mm, os médicos dentistas e os estudantes de Medicina Dentária foram mais críticos do que os leigos e na comparação por anos curriculares, os alunos do 5º ano foram mais críticos do que os alunos do 4º ano. Relativamente à presença de diastema interincisivo de 1 mm, na comparação por género entre leigos, os homens foram mais críticos do que as mulheres e na comparação entre as diferentes Universidades, os alunos de Viseu foram mais críticos do que os alunos do Porto e de Coimbra. Nos diastemas de 2 mm na comparação entre as Universidades, os alunos de Viseu foram mais críticos do que os alunos de Coimbra. Nos diastemas de 3 mm, os alunos mostraram-se mais críticos do que os leigos e na comparação por género entre os estudantes de Medicina Dentária, os homens foram mais críticos do que as mulheres. Ainda nos diastemas de 3 mm, os alunos do Porto e de Viseu, foram mais críticos do que os alunos de Coimbra. Conclusão: A formação académica na área da Medicina Dentária é um requisito que permite aos observadores detetarem, mais facilmente, alterações ligeiras que influenciam a harmonia e o equilíbrio do sorriso
Introduction: The smile aesthetics is vital for the diagnosis and development of the orthodontic treatment plan. A harmonious and balanced smile positively influences individual well-being. Objective: The aim of this study is to compare the aesthetic perception among dentists, laypeople and dental students about the presence of maxillary interincisal diastema and maxillary midline deviations. It was also compared the aesthetic perception among dental students, between 4th and 5th curricular years, and from different teaching Universities. Methodology: Digital alterations were made to the interincisal maxillary diastema and maxillary midline deviation. It was evaluated the interference of these parameters with the balance and harmony of a smile considered aesthetically normal, by today's standards. In addition, 7 photographs were arranged in an album for later evaluation by three groups of observers, which consisted of: 100 laypeople, 100 dentists and 100 dental students, where 34 of them were from the Portuguese Catholic University, 33 were from the Faculty of Dental Medicine, University of Coimbra, and 33 were from the Faculty of Dental Medicine, University of Oporto. The classification was performed using a Visual Analogue Scale of 100 mm. Results: In the 2 mm dental midline deviation, dentists were less tolerant than laypeople. In the 4 mm dental midline deviation, both dentists and dental students were less tolerant than laypeople and in the comparison by gender among layople, men were less tolerant than women. In the 6 mm midline deviation, dentist and dental students were less tolerant than laypeople and in the comparison by academic years, the 5th year students were less tolerant than the 4th year students. For the presence of 1 mm interincisal diastema in the comparison by gender among laypeople, men were less tolerant than women and in the comparison between different Universities, students from Viseu were less tolerant then students from Oporto and Coimbra. In the 2 mm interincisal diastema in the comparison among different universities, students from Viseu were less tolerant then students from Coimbra. In the 3 mm interincisal diastema dental students were less tolerant than laypeople and in the comparison by gender among dental students, men were less tolerant than women. Finally, in the comparison of 3 mm interincisal diastema, students from Oporto and Viseu were less tolerant than students from Coimbra. Conclusion: The academic training in the field of dentistry is a requirement that allows observers to detect more easily slight changes that affect the harmony and balance of smile.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15283
Aparece nas colecções:ICS(V) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia José Sancho Final.pdf1,5 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.