Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15169
Título: Suporte social de reclusos de nacionalidade estrangeira em Portugal
Autor: Barros, Bárbara Daniela Sampaio
Orientador: Matos, Raquel
Palavras-chave: Reclusão
Recluso Estrangeiro
Suporte Social
Redes de Suporte
Figuras de Suporte
Reclusion
Foreign prisoner
Social Support
Support Networks
Figures of Support
Data de Defesa: 25-Jul-2014
Resumo: As investigações acerca da reclusão revelam algumas falências no que concerne às redes de suporte, especificamente dos reclusos estrangeiros que se deparam com diversas dificuldades inerentes ao contexto prisional, como a língua e a adaptação a uma realidade cultural diferente da sua (Cunha, 1994). O suporte social, nas investigações realizadas, surge como uma componente que influencia positivamente o bem-estar global e saúde física e psicológica do indivíduo (Campos, 2004; Siqueira, 2008). Face a estas possíveis contrariedades a presente investigação tem como principal objetivo caracterizar e compreender qual o significado que os reclusos estrangeiros atribuem às suas redes de suporte social. Com o intuito de aceder às perceções acerca das redes de suporte social foram realizadas entrevistas a seis reclusos estrangeiros de um Estabelecimento Prisional da região Norte do país, privilegiando-se uma abordagem qualitativa na análise dos dados. Os principais resultados sugerem que as principais figuras de suporte do recluso estrangeiro são constituídas pelos elementos da família, amigos e pessoas significativas, outros reclusos e o staff prisional na sua generalidade. Verifica-se que os níveis de satisfação com o suporte estão associados a figuras do seio familiar, relativamente ao tipo de apoio prestado e à manutenção de visitas ao estabelecimento prisional. Figuras relacionadas com o contexto prisional – outros reclusos e staff – são referidos em avaliações negativas do suporte.
The research on the imprisonment reveals some flaws on what concerns the support networks, specifically foreign prisoners who encounter various difficulties inherent to the prison context, such as the language and the adaptation to a cultural reality different of theirs (Cunha, 1994). Social support, in the researches carried out, appears as a component which positively influences both the overall well-being as well as the physical and mental health of the individual (Campos, 2004; Siqueira, 2008). Given these possible setbacks this study aims to characterize and understand the meaning that foreign prisoners attach to their social support networks. In order to access the perceptions about social support networks, interviews were conducted to six foreign inmates of a prison in the northern region of the country, favoring a qualitative approach to data analysis. The mains results suggest that the leading figures of the foreign prisoner support ate composed by the elements of family, friends and similars, other inmates and the prison staff as a whole. It appears that the levels of satisfaction with the support figures are associated with family members, with respect to the type of support and maintenance visits to the prison. Figures related to the prison context – other inmates and staff – are mentioned in the negative support reviews.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15169
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Suporte Social de Reclusos de Nacionalidade Estrangeira em Portugal - Bárbara Barros.pdf699,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.