Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/15144
Título: A eficácia da intervenção com tarefas orientadas na competência da marcha e na qualidade de vida, em pessoas com acidente vascular cerebral
Autor: Barros, Áurea da Cruz Carvalho de
Orientador: Caldas, Alexandre Castro
Data de Defesa: Set-2009
Resumo: Um dos principais objectivos no processo de reabilitação da pessoa com acidente vascular cerebral (AVC) é alcançar a máxima independência na marcha, para que a sua vida adquira novamente qualidade. Este estudo investigou a eficácia da intervenção com tarefas orientadas no aumento da competência da marcha e na qualidade de vida, em trinta e duas pessoas com mais de um ano após AVC. O estudo quasi-experimental do tipo “O1 O2 X O3.”, comparou os resultados obtidos na competência da marcha e na qualidade de vida entre um primeiro período sem intervenção e um segundo período com intervenção. Verificou-se um valor de p=0.00 exclusivamente após a intervenção, com um aumento médio no teste dos 5 metros a andar de 0,31m/s, no teste dos 6 minutos a andar de 71,47m, no teste timed “up and go” de 9,41s, e na escala de qualidade de vida específica para utentes que sofreram um AVC de 31,75 pontos. Os resultados do estudo indicam que a intervenção com tarefas orientadas nesta amostra é eficaz no aumento da velocidade, endurance, mobilidade e equilíbrio da marcha, e também na qualidade de vida em pessoas com mais de um ano após AVC.
One of the major goals in the rehabilitation process of the stroke patient is the achievement of the maximum independence in walking in order to acquire again the best quality of life. This study investigated the efficacy of a task-orientated intervention in enhancing competence in walking and in quality of life, of thirty two subjects with more than a year after stroke. A quasi-experimental type study: O1 O2 X O3, compared the results in competence in walking and in quality of life between the first period without intervention, and a second period with intervention. The study showed a value of p=0.00 exclusively after the intervention, with an average increase in the five-metre walk test of 0,31m/s, in the six-minute walk test of 71,47m, in the timed “up and go” test de 9,41s, and again 31,75 points of Stroke- Specific Quality of Life Scale. The results of this study indicate that the task-orientated intervention is efficient in increase of walking speed, endurance, mobility and balance, and also in the gain of quality of life in patients with over a year after stroke.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/15144
Aparece nas colecções:ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.