Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/14908
Título: Supervisão na formação em serviço social
Autor: Freitas, Maria Dorita Pestana Anjo
Orientador: Rodrigues, Fernanda
Palavras-chave: Ensino-aprendizagem
Supervisão
Estágio
Autonomia
Emancipação
Trinómio
Aliança Colaborativa
Prática Criativa e Inventiva
Teaching and Learning
Internship
Supervision
Autonomy
Emancipation
Collaborative Alliance
Creative and Inventive Practice
Data de Defesa: 2014
Resumo: da formação experiencial, analisando a supervisão pedagógica na prática de estágio e, através dele, o treino do saber/poder para/pela autonomia e emancipação (ao nível de 1.º ciclo em Serviço Social). O contexto de estudo reporta-se ao curso de Serviço Social, entre 2005 e 2011, na Universidade da Madeira (UMa). Partiu-se do questionamento sobre como se formam hoje os profissionais de Serviço Social para enfrentar os desafios advindos de profundas alterações societais e a nível do Estado Social. O objetivo geral deste trabalho é contribuir para o fortalecimento do processo de formação em Serviço Social. Como objetivos específicos visou-se conhecer, analisar e refletir sobre a evolução, a natureza, a direção, a estrutura, o modelo, as potencialidades e os limites do processo de estágio e supervisão pedagógica na formação dos estudantes. Neste mesmo contexto procurou-se compreender a articulação teoria e prática, investigação e ação, ligação academia e comunidade e cooperação entre docente, estudante, orientador cooperante e cidadão. Metodologicamente, apoia-se na pesquisa qualitativa de estudo de caso que se baseou em diferentes níveis de conceitos sensitivos/sensibilizadores suscetíveis de dialogar e de refletir os significados e as motivações dos sujeitos da formação experiencial (os estudantes finalistas, docentes e orientadores locais) sobre o modelo de estágio, supervisão e respetiva articulação com a realidade social. A informação recolhida através da utilização de focus group, fontes documentais e entrevistas, permitiu ancorar o trabalho no tríplice movimento dialético de crítica, de construção de conhecimento e de nova síntese. Pela análise dos resultados sobre o estágio e a supervisão, na formação em Serviço Social, destaca-se que estes se constituíram dimensões indissociáveis no processo ensino-aprendizagem, apoiado na aliança entre estudante-docente-orientador-cidadão. A supervisão sustentada na pedagogia colaborativa e participativa, com centralidade na investigação e na articulação conhecimento-ação/teoria-prática, permitiu evidenciar criatividade e inovação no estágio pedagógico, condição de futuras práticas inventivas.
The central problem of the present thesis is the process of teaching and learning in the domain of experiential education, analyzing the pedagogical supervision of the training practice and, through it, the training of the knowledge/power for/through autonomy and emancipation (at the 1st cycle of the Social Work course). The context of the study refers to the course of Social Work between 2005 and 2011 at the University of Madeira (UMa). It started with the question of how the Social Work professionals are educated today in order to face the challenges coming from deep societal changes and at the welfare state level. The general objective of this work is to contribute to the strengthening of the Social Work educational process. As specific objectives the aim was to know, to analyze and to think about the evolution, the nature, the direction, the structure, the model, the potentialities and the limits of the training process and the pedagogical supervision in student’s education. In this same context it was sought to understand the articulation between theory and practice, research and action, the connection between academy and community and the cooperation between teachers, students, practice supervisors and citizens. In terms of Methodology, it relies on qualitative research for case study that was based on different levels of sensory /sensitizers’ concepts which may engage and express the meanings and motivations that the subjects of experiential training (graduate students, teachers and local supervisors) have about the training model, supervision and respective coordination with social reality. The collected information, through the use of focus group, documental sources and interviews, allowed anchoring the work in the triple dialectical movement of critical thinking, knowledge construction and new synthesis. The analysis of results about the training and supervision in Social Work education, emphasizes that these constituted inseparable dimensions in the teaching-learning process, supported by the alliance between student-teacher-supervisor-citizen. The supervision sustained by a collaborative and participatory pedagogy with a central role in research and in the articulation between knowledge-action/theory-practice has highlighted creativity and innovation in pedagogical training, which is the condition for future inventive practices.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/14908
Aparece nas colecções:FCH - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Supervisão na Formação em Serviço Social_Dorita Anjo.pdf1,97 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.