Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/14818
Título: Pelos meandros da autonomia : diário de bordo de um gestor
Autor: Ramos, José Alberto de Queirós
Orientador: Machado, Joaquim
Palavras-chave: Autonomia
Contrato
Descentralização
Centralização
Gestão Escolar
Autonomy
Contract
Decentralization
Centralization
School Management
Data de Defesa: 5-Mar-2014
Resumo: Este relatório descreve, sob a lente da autonomia, a história de vida de um professor desde os bancos da faculdade até ao vigésimo ano como gestor de uma escola pública que acabou de celebrar o seu segundo contrato de autonomia com a tutela. Abordando a temática da administração e da autonomia da escola, compara os avanços e recuos desta às curvas acentuadas (meandros) de um rio que provocam, também, avanços e recuos. Começa por problematizar a autonomia da escola à luz das políticas de centralização, descentralização e desconcentração do Sistema Educativo e recorre às fases da vida de um rio para compreender e explicar o seu percurso e desenvolvimento profissional. Associa a “nascente” ao período de crescimento e aprendizagem desde a faculdade e dos primeiros contactos com a docência até ao convite para exercer as funções de gestor escolar. Associa o “estuário” ao processo de gestão de uma escola pública, durante vinte anos, passando pelas autonomias disponíveis nos diversos normativos sob a alçada dos quais as escolas viveram nos últimos anos – associação de órgãos de gestão, liderança, avaliação interna, externa, autoavaliação e lideranças intermédias. Por fim, no “delta” são descritas, quase como se de um diário de bordo de tratasse, os processos e acontecimentos que levaram à celebração do primeiro contrato de autonomia, da sua prorrogação por duas vezes e da assinatura do segundo, analisando o seu conteúdo e o retrocesso quanto às margens de autonomia consignadas.
This report describes, under the lens of autonomy, the life story of a teacher since college time until the 20th year as a state school principal who has just celebrated a 2nd state educational autonomy contract. In my address I will compare the advances and retreats of school administration and autonomy with the winding and turning course of a river, which also provokes advances and retreats. I will start from questioning the school autonomy according to the policies of centralization, decentralization and deconcentration of the educational system by resorting to the life stages of a river in order to understand and explain my professional career and development. I associate the “river source” with the learning and growth period since college and the first steps in teaching until the invitation to become a school principal. Next, “the estuary” comes as a management process of a state school during 20 years, in which I experienced different regulations – boards of management association, leadership, internal and external assessment, self assessment and intermediate leadership. Finally, in “the delta”, I will describe – as if in a log book – the processes and events leading to the settlement of the first autonomy contract, later extended twice, and the settlement of the second contract, here analyzed in its contents and regression in the autonomy granted.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/14818
Aparece nas colecções:FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório Reflexivo_José Ramos.pdf1,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.