Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/14810
Título: Usos da cultura em projectos de regeneração urbana : o caso da Praça do Martim Moniz, Lisboa
Autor: Caldas, Matilde Artiaga Vieira
Orientador: Hanenberg, Peter
Palavras-chave: Planeamento Urbano
Política Cultural
Cidades Interculturais
Cultura como Recurso
Cosmopolitismo
Lisboa
Cultural Policy
City Planning
Culture as Resource
Intercultural Cities
Comopolitanism
Lisbon
Data de Defesa: 5-Jun-2014
Resumo: A presente dissertação parte da hipótese de que as orientações da Câmara Municipal de Lisboa para o planeamento urbano estão hoje confrontadas com a necessidade de mobilizar os vários recursos culturais da cidade, por forma a consolidar a sua competitividade no panorama global de concorrência inter-cidades. A partir do estudo dos documentos estratégicos da autarquia, propõe-se que a promoção da cidade assenta na tentativa de (re)construção de uma imagem identitária que se quer concomitantemente ‘tradicional’ e ‘cosmopolita’. Neste processo, a ‘diversidade cultural’ surge como um “recurso” (George Yúdice) privilegiado, quer no que diz respeito à produção de uma ‘marca’, quer no que respeita à resolução de problemas sociais e económicos, condição essencial para a revitalização da cidade. Parte-se do caso específico da renovação da Praça do Martim Moniz, para perceber como é que a dimensão multicultural desta praça é mobilizada para a constituição da narrativa cosmopolita da cidade de Lisboa. Paralelamente, analisa-se a forma como a proposta de renovação se enquadra nos objectivos de regeneração urbana propostos pela Câmara Municipal de Lisboa. Neste contexto, problematiza-se o conceito de cosmopolitismo e o uso da diversidade cultural para fins sociais, económicos e, acima de tudo, para a promoção da ‘marca’ Lisboa. Avançando a hipótese de que a actual proposta de renovação da Praça pode esgotar-se num processo de emblematização deslocado dos seus propósitos sociais, equaciona-se a Praça no seio de um processo de nobilitação urbana que poderá afastar os referentes que dão significado à narrativa proposta. É no âmbito destas considerações que se lançam ainda algumas pistas para o debate sobre as implicações do papel mediador do poder público na gestão da cidade.
This thesis builds on the premise that the Municipality of Lisbon, in the context of urban planning, is currently facing the need to mobilize its various cultural resources in order to strengthen the city’s global competitive position. Based on the study of the city council’s strategic documents, it is proposed that the promotion of the city is founded on an identity (re)formulation which comprehends both ‘traditional’ and ‘cosmopolite’ dimensions. In this context ‘cultural diversity’ emerges as a “resource” (Georges Yúdice) not only for the creation of a city brand but also for the city’s urban, social and economic regeneration. Based on the particular case of the redevelopment of Praça do Martim Moniz the present paper aims to understand how the management of cultural diversity contributes to the creation of a cosmopolitan image for Lisbon. Simultaneously it examines if this specific redevelopment plan can lead to economic and social development as proposed by the city council. It therefore examines how concepts such as ‘cosmopolitanism’ and ‘cultural diversity’ can affect the social and economic conditions of a city as well as its brand. Assuming that the current redevelopment project in Praça do Martim Moniz might be reduced to a marketing strategy independent of social goals, it is still important to consider the possibility of a gentrification phenomenon which might displace the references on which the redevelopment plan is built. At last, the mediation role played by public institutions in the management of the city, remains a factor to be considered.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/14810
Aparece nas colecções:FCH - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado Matilde Caldas.pdf17,7 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.