Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/14729
Título: Os sistemas operativos como janelas de mediação : do desktop à computação móvel
Autor: Lapa, André Certã Féria Plácido
Orientador: Ilharco, Fernando
Palavras-chave: PC
Computador Pessoal
Interface
Sistema Operativo
Interacção
Computação Móvel
Remediação
Convergência
Media
Personal Computer
Interface
GUI
Operating System
CMC
Interaction
Mobile Computing
Smartphone
Remediation
Convergence
New Media
Data de Defesa: 7-Abr-2016
Resumo: Desde a massificação do computador pessoal, no início dos anos 90, que o sistema operativo com uma interface de base gráfica, popularizado pelo sistema Macintosh e massificado através do Microsoft Windows, é uma das componentes mais influentes na formação da imagem que temos do computador. Tomando, como ponto de partida, o pensamento de autores como Marshall McLuhan e Manuel Castells, e estabelecendo um quadro de referência de estudos contemporâneos sobre os media, incorporando a teoria da Remediação de Jay Bolter e Richard Grusin, o conceito de convergência de Henry Jenkins, e as teorizações de Steven Johnson e Lev Manovich, entre outros, este trabalho analisa a evolução do conceito original do computador pessoal como “escritório em casa”, acompanhando a transformação do computador em meio de comunicação, e o surgimento de outros paradigmas de computação; dos quais destaca, pelo seu crescimento e potencial demonstrado, a evolução dos telemóveis e sua transformação em smartphones. Através do recurso a uma metodologia de estudo de conteúdo, analisa a evolução temporal das componentes visuais (Ambientes de Trabalho, Aplicações Nativas e Ícones) do sistema operativo Windows (versões Windows 3.1, Windows 98 e Windows 8) e compara-o com a versão dos smartphones Android (4.3). O trabalho conclui que existe uma evolução na representação de paradigmas e metáforas, que podem ser relacionadas com a ideia de um computador como ferramenta que se transforma num media, num processo de evolução onde podem ser observados fenómenos relativos aos conceitos de remediação e hipermediação, bem como na percepção da interface do computador como um metamedia que, ao pretender-se tornar menos “realista”, se tenta aproximar mais da realidade dos seus utilizadores.
The graphical user interface operating system, popularized by the original Macintosh in 1984 and massified by Microsoft Windows in the early 1990s, can be perceived as one of the most influential computer components, regarding the way we perceive and relate to computer systems. This work looks at the evolution of the original concept of the mass market computer as a “home office” tool, following its transformation to a form of media and its coexistence with other computing paradigms, such as mobile computing and the arrival of smartphones. It sets out laying a theoretical foundation from authors such as Marshall McLuhan or Manuel Castells, and then proceeds to create a framework of reference rooted in contemporary authors and media theorists, such as Jay Bolter and Richard Grusin’s theory of remediation, Henry Jenkins’ convergence concept, and the work of Steven Johnson and Lev Manovich regarding new media, interfaces and the visual components of media. Using content analysis it analyzes the temporal evolution of specific set of operating system’s visual components, such as work environments, native applications and iconic representations, focusing on the Windows 3.1, Windows 98 and Windows 8 operating systems, and compares this evolution to a smartphone operating system, in this case Android 4.3. The dissertation concludes that there is indeed an evolution about the way interface metaphors and paradigms are being presented, which we can relate to the evolution of the computer from a tool to a media, and where we can observe a set of phenomena that we relate to remediation concepts, as well as the interface acting as a metamedia, in which the medium aims to be less realistic while pretending to create a new user reality.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/14729
Aparece nas colecções:FCH - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
andrelapa_dissertacao_mestrado_Os Sistemas_Operativos_Como_Janelas_de_Mediacao.pdf2,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.