Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/14698
Título: Avaliação da eficácia do lembrete de algaliação na redução de dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada a algaliação
Autor: Sánchez, Francisco Javier San Martín
Orientador: Martins, Fernando Ferreira Mena
Coelho, Maria Filomena
Data de Defesa: 6-Fev-2014
Resumo: A infecção urinária é uma das infecções nosocomiais mais frequentes, pelo que deve ser motivo de preocupação para os médicos e administrações dos diversos hospitais. Neste sentido, é preciso procurar medidas que possam ajudar a reduzir o seu desenvolvimento. Está demostrado que a maioria destas infecções urinárias está associada a algaliação do doente e, mais especificamente, a um número excessivo de dias de algaliação. Pelo que uma das medidas que foi preconizada e desenvolvida, ainda hoje de uma forma muito discreta, nalguns hospitais, é a utilização de lembretes de algaliação destinados aos médicos e enfermeiros do doente para relembrar a presença de algália e assim verificar-se diariamente a necessidade da mesma. Estes lembretes foram aplicados em diversos hospitais em todo o mundo verificando-se, na maioria dos estudos, uma eficácia na redução dos dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada a algaliação, pelo que já é uma medida incluída nas principais normas de orientação clínica de prevenção de infecção. No contexto hospitalar português não se verifica qualquer experiência em relação com a aplicação desta medida referida na literatura. Foi por este motivo que se realizou este estudo, que pretende analisar a eficácia da aplicação do lembrete na redução dos dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada à algaliação no contexto próprio de um hospital em Portugal. Este estudo, que integrou 343 doentes algaliados transitoriamente no decurso do seu internamento hospitalar, comparou dois períodos de 6 meses de internamento de dois anos consecutivos do Serviço de Medicina Interna do Centro Hospitalar das Caldas da Rainha: o primeiro período sem utilização de lembrete de algaliação e o segundo, com a utilização do mesmo. O lembrete foi destinado especificamente ao médico assistente, lembrando-lhe diariamente da presença da algália para repensar a necessidade de continuidade da mesma no doente. Após análise dos resultados obtidos da aplicação desta medida verificou-se uma clara redução dos dias de algaliação e também da taxa de infecção urinária associada a algaliação, pelo que se conclui que o lembrete de algaliação, uma medida simples,económica e de fácil aplicação, é uma medida eficaz para a redução dos dias de algaliação e da taxa de infecção urinária associada a algaliação no contexto hospitalar português.
Urinary infections are some of the most common nosocomial infections and they must, therefore, be a cause for concern in our hospitals. In this sense, it is necessary to develop measures to help to reduce the number of cases. It has been proven that most of these urinary infections are linked to the fitting of urinary catheters and, especially, to patients having these catheters for excessive periods of time. This is the reason why one of the measures that has been introduced and is now being developed, although in a discrete manner at some hospitals, is the use of reminders. Their aim is to remind doctors and nurses that the patient still has a catheter fitted and they can then assess the need for it on a daily basis. These reminders are already being used in some hospitals across the world and most studies carried out show that they are an effective measure in the reduction of days of catheter use and the reduction in the number of urinary infections linked to catheters. This measure has therefore already been included in the main guidelines to prevent infections. As far as Portugal is concerned, we have not found any cases where this type of reminder had been used. This is the reason this study has been carried out: to try to analyse the efficiency of the “urinary catheter reminder” in the context of a Portuguese hospital. This study included 343 patients who had a urinary catheter temporarily during their hospital stay and it compares two six month periods in two consecutive years at the Internal Medicine Department of the Caldas da Rainha Hospital. In the first period the urinary catheter reminder was not used and, in the second period, it was. This reminder was intended to remind the doctor in charge, on a daily basis, of the presence of the urinary catheter and this way make him/her reconsider the need to continue using it with each patient. The analysis of the results obtained by applying this measure shows a clear reduction in the number of days of catheter use, as well as in the urinary infections linked to the use of catheters. We can therefore conclude that the urinary catheter reminder is a measure which is simple, economic and easy to apply and which is also, mainly, an effective way to reduce the number of days of catheter use and the number of urinary infections linked to catheter use, specifically in the context of a Portuguese hospital.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/14698
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese mestrado Francisco San Martin-versão pdf 1.pdf624,31 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.