Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/14038
Título: Serviços de saúde mental para crianças e adolescentes na área metropolitana do Porto : caracterização e descrição da implementação do plano de reestruturação 2007-2016
Autor: Conceição, Helena Pimentel Santos da
Data de Defesa: 2010
Resumo: Este projecto envolve dois estudos distintos: estudo empírico 1, cujo objectivo se prende com a descrição e caracterização dos serviços prestadores de cuidados de saúde mental infanto-juvenis na Área Metropolitana do Porto; estudo empírico 2, que consiste na exploração e caracterização da implementação do Plano de Acção do Ministério da Saúde para a Reestruturação dos Serviços de Saúde Mental em Portugal (2007-2016) destinados à infância e adolescência na Área Metropolitana do Porto. Os participantes, no estudo empírico 1, são instituições pertencentes à Área Metropolitana do Porto que integram diferentes áreas de intervenção em saúde mental infanto-juvenil: saúde, educação, justiça e comportamento desviante. O questionário utilizado, que resultou da adaptação do Atlas Questionnaire: Child and Adolescent Version, desenvolvido pela Organização Mundial de Saúde, foi administrado às instituições, via correio electrónico. Os participantes que constituem o estudo empírico 2 são instituições públicas com a valência de saúde mental pertencentes à Área Metropolitana do Porto. O questionário administrado às instituições, via correio electrónico, foi construído com base num aprofundamento teórico do Plano de Reestruturação. No estudo empírico 1, as instituições pertencem maioritariamente à área educativa, sendo que metade delas integra psicólogos e um serviço dirigido à saúde mental infanto-juvenil. No estudo empírico 2, as estratégias práticas do Plano de Reestruturação, apesar de adequadas, não estão totalmente implementadas, por falta de recursos. Em ambos os estudos obtivemos um baixo número de respostas, não existindo representatividade em relação ao universo que pretendíamos estudar. Deste modo, consideramos que os resultados obtidos são insuficientes para assumir como atingidos os objectivos específicos a cada estudo. Um projecto com estas temáticas é inovador em Portugal, no entanto, a baixa adesão das instituições à participação num estudo de carácter académico leva-nos a concluir que, para investigação futura, na linha deste projecto, a abordagem às mesmas deverá ser feita de forma diferente.
This project involves two distinct studies: empirical study 1, whose objective concerns the description and characterisation of infant and juvenile mental health healthcares in Porto’s Metropolitan Area; empirical study 2, which consists in the exploration and characterisation of the Plan of Action of the Ministry of Health for the Restructuring of Mental Health Services in Portugal (2007-2016) aimed at infancy and teenager years in Porto’s metropolitan area. The participants in the empirical study 1 are institutions belonging to Porto’s Metropolitan Area which integrate different areas of intervention in infant and juvenile mental health: health, education, justice and deviant behaviour. The questionnaire utilised which resulted from the adaptation of the Atlas Questionnaire: Child and Adolescent Version, developed by the World Health Organisation was administered to the institutions via email. The participants in the empirical study 2 are public institutions containing mental health and belonging to Porto’s Metropolitan Area. The questionnaire administered to the institutions, by email was constructed on a basis of theoretical approach of the Restructuring Plan. In empirical study 1, institutions belong mostly to the education area. Half of them integrates psychologists and a service directed to children and youth mental health. In the empirical study 2, the practical strategies of the Restructuring Plan, although adequate, are not fully implemented due to lack of resources. We obtained a low number of replies for both studies, and there is not representative regarding the university we intended to study. Consequently, we considered that the results obtained are insufficient to assume accomplished the specific objectives of each study. A project with these subjects is innovative in Portugal; however, the low participation of institutions to an academic study, leads us to conclude that for future research, in the same project lines, the approach should be different.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/14038
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.