Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13868
Título: Utilização de mini-implantes para ancoragem em ortodontia
Autor: Serrador, Ana José Pires
Orientador: Alves, Armindo
Palavras-chave: Ortodontia
Ancoragem
Implantes
Implantes Palatinos
Implantes Retromolares
Onplants
Mini-Placas e Mini-Implantes
Orthodontics
Anchorage
Implants
Palatal Implants
Retromolar Implants
Onplants
Miniplates and Mini-Implants
Data de Defesa: 9-Set-2013
Resumo: Desde sempre se tem verificado a necessidade de se conseguir uma forma de ancoragem absoluta em Ortodontia, com vista a optimizar as possibilidades e os resultados terapêuticos dos tratamentos ortodônticos. Existem já diversos elementos deste tipo de ancoragem que permitem que esta ocorra de forma favorável, impossibilitando movimentos dentários indesejados e imprevisíveis que dificultariam o tratamento, com o inconveniente de dependerem da colaboração do paciente. O último avanço no campo da ancoragem esquelética prende-se com a criação e utilização de mini-implantes ortodônticos. Contudo, sendo estes dispositivos relativamente recentes no mercado, não existe ainda nenhum documento recente, que contenha toda a informação pertinente e disponível acerca de todos os sistemas que se encontram atualmente à disposição do ortodontista. Assim, este trabalho é dotado de relevância científica, na medida em que irá compilar num único documento, toda a informação necessária à escolha de um mini-implante para ancoragem de aparelhos ortodônticos. Objectivo: Este estudo tem como objectivo a realização de uma revisão acerca de todos os dispositivos existentes para o efeito, nomeadamente onplants, implantes dentários, implantes palatinos, implantes retromolares, mini-placas de ancoragem e mini-implantes. Seguidamente, pretende realizar uma avaliação do estado da arte dos mini-implantes, sendo que estes são, de momento, os mais utilizados pelos ortodontistas. Por fim, pretende-se compilar, num único documento, toda a informação disponível online acerca dos mini-implantes existentes actualmente no mercado. Materiais e Métodos: Foi realizada uma pesquisa de artigos científicos no Pubmed®, indexados na Medline®, e na Cochrane®, publicados entre os anos 1995 e 2012, e consequente análise dos mesmos, com vista à realização de uma cronologia do aparecimento dos dispositivos de ancoragem esquelética. Posteriormente, foi levado a cabo um levantamento de todos os sistemas de mini-implantes comercializados hoje em dia, quer através de pesquisa on-line em bases de dados médicas, quer através da tentativa de contacto com marcas comerciais. A informação conseguida, relativa a cada marca comercial de mini-implantes encontrada foi por fim organizada detalhadamente sob a forma de tabelas.Resultados: Através da pesquisa on-line, foram encontradas cinquenta e uma marcas comerciais de mini-implantes. Dessas, seis são referentes a mini-implantes para suporte de próteses, e foram de imediato excluídas. No que concerne a marcas comerciais de mini-implantes ortodônticos, foram encontradas quarenta e cinco. Destas, foi possível determinar o ano de lançamento no mercado de nove. Vinte e duas marcas de mini-implantes ortodônticos possuem já estudos científicos e seis não possuem informação disponível na internet. Discussão: O aumento significativo da produção de mini-implantes é sugestivo da elevada procura que estes dipositivos têm tido na última década. Ao longo desta, foram criadas mais de quarenta marcas com sistemas de mini-implantes. Isto significa que, de facto, com estes dispositivos de dimensões reduzidas, a obtenção de uma ancoragem absoluta foi conseguida e que assim os resultados do tratamento têm mais possibilidades de serem previsíveis. Contudo, a maior parte dos sistemas de mini-implantes existentes no mercado não possuem ainda estudos científicos e a informação disponível na internet acerca dos mesmos não é uniforme e padronizada, dificultando o trabalho dos ortodontistas no que concerne à especificação de características. A pesquisa para obtenção dos resultados deste trabalho de investigação foi bastante difícil, pois a informação necessária apresentou-se bastante dispersa e, muitas vezes, a existente não era a mesma para todos os sistemas de mini-implantes. O contacto com as casas comerciais não foi produtivo porque a maior parte das mesmas não respondia ou respondia de forma distante daquilo que era pretendido e solicitado. Conclusão: A maior parte dos sistemas de mini-implantes necessita ainda de estudos científicos para comprovação de eficácia clínica e demonstração das vantagens de acordo com as suas características. No entanto, os mini-implantes têm sido amplamente utilizados, de acordo com aquilo que sugere o crescimento da indústria dos mesmos. Podem já referir-se vários parâmetros dos quais dependem a estabilidade primária dos mini-implantes, bem como a sua resistência à fractura. Outro parâmetro a ter em conta é o torque conferido ao mini-implante aquando da sua inserção
There has always been a need to achieve a form of absolute anchorage in orthodontics, in order to optimize the opportunities and the therapeutic results of orthodontic treatments. Nowadays, there are several rigid anchoring elements that allow this to be done, by not permitting unwanted and unpredictable tooth movements that make treatment difficult. The latest advance in skeletal anchorage lies in the creation and use of orthodontic mini-implants. However, due to the fact that these devices are relatively new in the market, there is still no document containing all relevant information on all systems that are available to the orthodontist. This work is endowed with scientific importance, as it will compile, in one document, all the information needed to choose a mini-implant anchorage for orthodontic devices. Objective: The aim of this study was to carry out a literature review on all of the existing devices used for fixed orthodontic anchorage, namely onplants, dental implants, palatal implants, retromolar implants, miniplates and mini-implants, and the subsequent assessment of the state of art of mini-implants, due to the fact that these devices are the latest advance in this field and currently the most widely used by orthodontists. The intention is to compile in one document all the information available on-line concerning the mini-implants that exist in the world market. Materials and Methods: A research on scientific articles in Pubmed®, indexed in Medline®, and in Cochrane®, published between the years of 1995 and 2012, and their subsequent analysis, was performed, in order to make a chronology of skeletal anchorage devices. Subsequently, through on-line research and direct contact with the brands, surveys of all marketed systems of mini-implants have been done. The information collected has been organized in tables. Results: Through on-line research, fifty-one brands of mini-implants were found. Of these, six brands were related to mini-implants for denture support and were immediately excluded. Concerning orthodontic mini-implants, forty-five brands were found and from only nine of these it was possible to determinate the year they were released. Twenty-two brands of orthodontic mini-implants already have scientific studies and six do not have information available on the internet. Discussion: The significant increase in the production of mini-implants is suggestive of the high demand they have had in the last decade. During this period, over forty brands with mini-implant systems were created. This means that, in fact, with these devices of small dimensions, obtaining an absolute anchorage has been achieved, and thus the results of treatment are likely to be more predictable. However, most of the mini-implant systems in the world market do not yet have scientific studies and information available on the internet about them is not uniform and standardized, making it difficult for orthodontists in terms of characteristic specifications. The research to obtain the results of this work was quite difficult as the necessary information was found widely dispersed and often the existing information was not the same for all mini-implants systems. Contact with commercial brands was not productive, as most of them did not respond or responded in a way far from what was desired and requested. Conclusion: Most of the mini-implant systems still require scientific studies to prove clinical efficacy and demonstrate benefits according to their characteristics. However, mini-implants have been widely used, according to what suggests the growth of their industry. We can now refer many parameters on which the primary stability of mini-implants depend on, as well as their fracture resistance. Another parameter to take into account is the torque conferred to the mini-implant during its insertion.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13868
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Doc FINALÍSSIMO TESE2 - Cópia.pdf1,62 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.