Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13778
Título: Relação entre a qualidade de vida, ansiedade, depressão, stress e fadiga nos doentes com Lúpus Eritematoso Sistémico
Autor: Carvalho, Sarah Sophie Magalhães
Orientador: Ramos, Rui
Palavras-chave: Lúpus Eritematoso Sistémico
Qualidade de Vida
Ansiedade
Depressão
Stress
Fadiga
Modelo de Autorregulação
Systemic Lupus Erythematosus
Quality of Life
Anxiety
Depression
Stress
Fatigue
Self-Regulation Model
Data de Defesa: 15-Mar-2013
Resumo: O Lúpus Eritematoso Sistémico é uma doença autoimune, afetando o organismo, prejudicando diversos aspetos do quotidiano dos doentes. Segundo a literatura a doença afeta a qualidade de vida dos sujeitos, aumentando os níveis de ansiedade, depressão, stress e de fadiga. Assim, o objetivo geral é verificar de que forma a fadiga, depressão, ansiedade e stress afetam a qualidade de vida dos doentes. Pretende-se ainda avaliar qual destas variáveis (preditoras) tem maior peso negativo na qualidade de vida dos doentes com Lúpus. Trata-se de um estudo quantitativo, correlacional, transversal com uma amostra de 50 doentes com Lúpus Eritematoso Sistémico, sócios da Associação de Doentes com Lúpus. Dos resultados apurados, verificam-se correlações significativas entre as escalas em estudo, denotando que a fadiga afeta a qualidade de vida dos doentes, assim como o aumento da ansiedade, depressão e stress. Apura-se ainda que a depressão é a variável preditora que contribui para a deterioração da qualidade de vida dos doentes. Espera-se que esta investigação seja um contributo a nível de conhecimentos na área de saúde, relativamente ao impacto que o Lúpus Eritematoso Sistémico tem na qualidade de vida dos utentes.
Systemic Lupus Erythematosus is an autoimune disease, which affects the body, impairing many aspects of patient’s daily lives. According to literature, the disease affects patient’s quality of life, increasing anxiety levels and causing depression, stress and fatigue. Therefore, the overall goal is to verify how fatigue, depression, anxiety and stress affect the quality of life for patients. Another objective is to evaluate which of these variables (predictors) have greater negative weight on quality of life of patients with lupus. This is a quantitative, correlational, cross-sectional study within a sample of fifty Systemic Lupus Erythematosus patients, members of the “Associação de Doentes com Lupus”. From the results obtained it is possible to verify that there are significant correlations between the scales under study, showing that fatigue affects quality of life for patients as well as increases anxiety, depression and stress. Is ascertained that depression is the predictor variable with greater negative weight on the quality of life of the patients. It is hoped that this research is a contribution level of knowledge in the area of health, regarding the impact that systemic lupus erythematosus has in the quality quality of life of the patients.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13778
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Sarah.pdf1,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.