Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13774
Título: Avaliação clínica das compilações em prostodontia removível
Autor: Amorim, Susana Carina Rebelo
Orientador: Araújo, Filipe
Correia, André
Palavras-chave: Prótese parcial removível
efeitos adversos
prótese total
complicações
satisfação do paciente
Removable partial denture
adverse effects
complete denture
complications
patient satisfaction
Data de Defesa: 17-Out-2013
Resumo: Introdução – O aumento da esperança média de vida tem vindo a fazer crescer a população idosa, o que, consequentemente, acarreta um aumento da população desdentada. A reabilitação oral com próteses removíveis surge muitas vezes como último recurso pela facilidade de concretização, a nível económico e de execução. No entanto, após a sua colocação podem surgir eventuais complicações, mecânicas ou biológicas, que devem ser consideradas e devidamente tratadas. Objetivos - Avaliação da frequência de complicações, mecânicas e biológicas, associadas à reabilitação com prótese dentária removível, total ou parcial; a avaliação da satisfação dos pacientes; e aferição da relação entre as consultas de controlo e as complicações protéticas. Materiais e Métodos – Foram contactados os pacientes que colocaram próteses removíveis na Clínica Universitária da UCP entre 2010 e 2012 para a realização de uma consulta de controlo. Numa ficha clínica especificamente preparada para estas consultas, foram registados dados referentes à história protética, estado das próteses, opinião do paciente e complicações protéticas existentes. A análise estatística das variáveis foi efetuada com recurso aos testes do Qui-Quadrado, Mann Whitney U e Kruskal Wallis (p<0,05). Resultados – Dos 182 pacientes contactados via telefone, aderiram à consulta de controlo solicitada 75 pacientes (41,2%), com uma média de idades de 59,19 anos (±10,81). Todos os pacientes realizaram consultas de controlo pós-inserção das próteses [média de 5,03 (± 3,28)], sem diferenciação de género, mas com uma maior predominância de controlos nos pacientes com mais de 60 anos. O tipo de desdentação mais prevalente foi a Classe I de Kennedy. As complicações mais frequentes foram a falta de retenção (36,0%-38,7%), seguida de estomatite protética (17,3% na maxila), e inflamação ou ulceração (16% na mandíbula). Não se verificou associação entre as complicações protéticas, o tipo de desdentação e o tipo de reabilitação em ambas as arcadas. Os pacientes com história de reabilitação prévia revelaram maior satisfação em relação à fonética. Não se verificou associação entre as complicações e o número de consultas de controlo. Conclusão – Dada a frequência de complicações bem como o estado das próteses em termos de higiene, é fundamental que o paciente cumpra com o plano de consultas de controlo estabelecido após a colocação da prótese removível
Introduction – The increase in life expectancy has lead to a rise in the elderly population, which consequently entails an increase of the edentulous population. Oral rehabilitation with removable prosthesis often arises as a last resource by the ease of its implementation, due to economic and manufacture factors. However, mechanical and biological complications may arise after the placement of the removable dental prosthesis, which must be considered and dealt with properly. Purpose – Assess the frequency of mechanical and biological complications associated with partial or full removable rehabilitation; evaluation of patient satisfaction; assessment of the relationship between check-up appointments and prosthetic complications. Materials and Methods – Patients that received removable dental prosthesis executed in the University Clinic of the Portuguese Catholic University, between 2010 and 2012, were recalled for a follow-up appointment. In a clinical record prepared for these visits, data about the prosthetic history, prosthesis condition, patient's opinion and existing prosthetic complications were recorded. Statistical analysis was performed using the chi-square, Mann Whitney U and Kruskal Wallis tests (p<0.05). Results - Of the 182 patients contacted by telephone, 75 joined the follow-up appointment requested, with a mean-age of 59,19 years (+-10,81). All patients underwent follow-up visits [mean: 5,03 (+-3,28)], with no difference in gender, but with a predominance of controls in patients over 60 years. The most frequent partial edentulous type was Kennedy Class I. The loss of retention was the most frequent complication (36,0%-38,7%), followed by stomatitis (17,3% in the upper jaw) and inflammation or ulceration (16,0% in the lower jaw). No association was found between prosthetic complications, edentulous class and type of rehabilitation for both jaws (p<0.05). Patients with history of prior rehabilitation showed greater satisfaction with phonetics. No association was found between complications and the number of follow-up appointments. Conclusion – Given the frequency of complications as well as prosthesis condition in terms of hygiene, it is essential that the patients meets the follow-up appointments plan established after the placement of the removable dental prosthesis.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13774
Aparece nas colecções:DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia_versão final_01_09_2013.pdf2,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.