Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13742
Título: A gestão de investigação, desenvolvimento e inovação : estudo comparativo de dois projetos com base nos referenciais normativos de certificação de Projetos IDI
Autor: Rocha, Cristina Margarida Caiado Ferrão Araújo
Orientador: Hogg, Timothy Alun
Ramos, Manuel Joaquim de Azevedo
Palavras-chave: Conhecimento
Criatividade
Ensino Superior
Gestão de Inovação
Gestão de Projetos
Gestão da Qualidade
Investigação
Desenvolvimento e Inovação (IDI)
Laboratórios de Estado
Creativity
Innovation Management
Knowledge
Project Management
Quality Management
Research
Development and Innovation (RDI)
State Laboratories
Tertiary Education
Data de Defesa: 29-Fev-2012
Resumo: A Investigação, o Desenvolvimento Tecnológico e a Inovação (IDI), converteram-se em elementos prioritários de qualquer país industrializado numa economia global. Não basta ter uma boa ideia, é necessário ser capaz de gerir de modo sistemático e planeado o conhecimento gerado, aproveitando os recursos para se converter em valor e criar riqueza. Dando sequência à estratégia da União Europeia, Portugal tem vindo a criar instrumentos de apoio à Investigação e Inovação, áreas cruciais ao desenvolvimento sustentado. A gestão de inovação, embora complexa, pode ser sistematizada e organizada numa metodologia com requisitos passíveis de serem auditados e, consequentemente, certificados, tendo sido editado um conjunto de normas portuguesas de IDI que veio desmistificar o conceito de IDI como algo intangível. O modelo subjacente ao Sistema de Gestão da IDI é compatível e está alinhado com outros sistemas de gestão, possibilitando a sua integração num único sistema. No presente estudo, partindo das referidas normas, pretendeu-se avaliar as forças competitivas e as fragilidades, de uma instituição de Ensino Superior e de um Laboratório de Estado, associadas à gestão de dois projetos de I&D com cariz inovador. Para o alcance do objetivo, procedeu-se a um Estudo de Caso, baseado em entrevistas estruturadas e um quadro de referências teóricas, complementado com o diagnóstico estratégico das entidades, por aplicação da análise SWOC. Os resultados obtidos reforçam a necessidade de considerar na fase de planeamento, os riscos previstos para o projeto, que podem afetar de forma relevante a execução, os resultados, a duração e os custos, estabelecer planos de mitigação e procedimentos de atuação. Da atitude observada em ambas as instituições conclui-se que, o facto de recorrerem a fontes de financiamento externo induziu a monitorização de resultados e dos custos do projeto. Constatou-se a mais-valia, da lista de verificação dos requisitos de projetos IDI, no sentido de instituir práticas de acompanhamento interno a instituições que desenvolvem este tipo de projetos e de avaliação externa a entidades certificadoras ao nível da certificação da Gestão de Projetos de IDI. Foi possível identificar, que a Certificação dos Projetos de IDI lhes confere credibilidade e transparência sobre o conteúdo em IDI, e permite demonstrar interna e/ou externamente, qual o seu teor efetivo em IDI, avaliando-se orçamentos e custos para verificar a adequabilidade do investimento. Da investigação efetuada, confirmou-se que os princípios inerentes à Gestão da Qualidade, permitem potenciar as práticas inovadoras, e que a Certificação da Gestão da Inovação, não condicionando a criatividade, poderá ser um passo relevante na consolidação dessas práticas. Concluiu-se que o potencial para inovar será pleno, quando as instituições estabelecerem uma cultura de melhoria contínua, envolvendo os colaboradores na procura da criatividade.
Research, Development and Innovation (RDI) are now priority subjects in any industrialized country operating in the global economy. Good ideas are not enough, one must be able to manage knowledge in a systematic and planned manner and turned into added value and thus create wealth. In following European Union policy, Portugal, has been developing instruments to support Research and Innovation, which are considered to be crucial to achieve sustainable development. Innovation Management, although complex, is susceptible to being systemized and organized in ways that fulfil auditable requirements and, thus, to being certified. A set of Portuguese RDI Standards have been drawn up with the aim of demystifying the RDI concept as something intangible. The model which underpins RDI Management System is compatible and aligned with other established systems, allowing its integration into a single system. This present study employs these Portuguese standards as the starting point to evaluate the competitive strengths and weaknesses associated with the management of two innovative R&D projects. One project was run in a research centre of a tertiary education institution and the other in a State Laboratory. To reach the goal, we proceeded to a case study based on structured interviews and theoretical references, complemented by a SWOC analysis. The results obtained reinforce not only the need to consider the planning phase, but also the risks foreseen for the project which can affect, in a real way, the execution, the results, the duration and the costs. Mitigation plans and action procedures are also relevant. From observations of the attitude found in both institutions studied, it could be concluded that external financing sources themselves exert the necessary discipline to oblige the generation of project results and cost control. Even so, the value of the check-list of requisites became evident in the way it forced the establishment of formal practices for internal follow-up of key management requisites. Also is valuable for certifying entities performing RDI Project Management certification. It was possible to identify that the certification of RDI Projects gives credibility and transparency to the RDI outputs and allows the demonstration, both internally and externally (to the projects’ clients) of its effective RDI value, by evaluating the planned budget and the effective costs (giving substance to the evaluation of the investment suitability). The research carried out confirmed that the principles inherent in the Quality Management process permit the strengthening of innovative practices and that certifying the Innovation Management System, which did not affect creativity, can be a relevant step in the consolidation of these practices. It was concluded that the potential for innovation would be greatly enhanced when organizations establish a culture of continuous improvement, involving all employees in the pursuit of being creative in the endeavour.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13742
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ESB - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TeseMestrado_EngAlimentar_A Gestão da IDI_ESB_UCP_CristinaRo.pdf5,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.