Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13719
Título: Das «Cantigas de Santa Maria» ao «Flos Sanctorum» em português, de 1513
Autor: Martins, Mário
Data: 1978
Editora: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa
Citação: MARTINS, Mário - Das «Cantigas de Santa Maria» ao «Flos Sanctorum» em português, de 1513. Didaskalia. Lisboa. ISSN 0253-1674. 8:1 (1978) 175-185
Resumo: Talvez já no Séc. XI, penetrara na Europa essa lenda oriental, embora com variantes. E foi na Europa que ela se dividiu em dois grandes ramos. Um deles primeiramente em latim e depois no francês poético de Gautier de Coinci «que se traduziu em galego e deu fonte à cantiga do Rei Afonso X de Castela».
Com esta diferença, nas Cantigas de Santa Maria a imperatriz chama-se Beatriz, em homenagem a Beatriz da Suábia, mãe de Afonso X, o Sábio. Assim pensam os eruditos, entre eles Câmara Cascudo. Pode ser. O que os eruditos não dizem, parece-nos, é que esta lendária «santa» Beatriz passou ao Flos Sanctorum do cisterciense castelhano Frei Gauberto, no final de quatrocentos, e daí ao Fios Sanctorum, em português, de 1513.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13719
ISSN: 0253-1674
Aparece nas colecções:RD - 1978 - Vol. 008 - Fasc. 1

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
V00801-175-185.pdf307,51 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.