Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13713
Título: Geometria descritiva : didática em prol do pensamento espacial e geométrico
Autor: Brandão, Susana Isabel Pereira de Azevedo
Orientador: Xavier, João Pedro
Palavras-chave: Geometria Descritiva
Construção do Conhecimento
Pensamento Geométrico
Didática
Descriptive Geometry
Knowledge Construction
Geometrical Reasoning
Didactic
Data de Defesa: 3-Abr-2013
Resumo: A Geometria Descritiva tem sido profundamente desprezada nas escolas, tanto pela classe docente, como pela discente. Em tempos de inovação informática e tecnológica, questiona-se o seu interesse e atualidade. Porém, não se questionam os métodos pedagógicos praticados por um grande número de professores. Apesar do programa curricular da Geometria Descritiva e as suas sugestões metodológicas apontarem para a construção do conhecimento, a lecionação da disciplina está assente no dogmatismo e transmissão de fórmulas de resolução de problemas-tipo. O resultado é escassez de pensamento geométrico, praticamente irreversível, que se prolonga para além dos ciclos de estudos. Perceção, Construção, Representação e Conceção são as quatro faces do tetraedro que serve de metáfora para reativar a dinâmica do pensamento geométrico. Articuladas de forma sólida e equilibrada, estas atividades permitem valorizar a forma como o sujeito se relaciona com o espaço, tanto pessoal, como profissionalmente. Fundamentado na História, na Arte, na Psicologia e na Pedagogia, o presente documento configura-se sob a forma de uma proposta para uma didática da Geometria Descritiva que enaltece a comunicação entre a mão e o cérebro, no desenvolvimento recíproco de ideias e representações gráficas. O professor deve usar e construir consistentemente a sua distinção profissional para uma meta: ensinar para a autonomia e criatividade.
Descriptive Geometry has been deeply neglected in schools, not only by teachers, but also by students. In times of computer innovation and technological wonders, its interest and contemporaneity are questioned. However, pedagogue methods adopted by a large number of teachers are not. Although descriptive geometry’s curricular program and its methodology suggestions tend to point to the construction of knowledge, the manner the subject is taught is based on dogmatism and the transmission of problemsolving formulas. The result is the geometric reasoning scarcity, almost irreversible, that is extended beyond the study cycles. Perception, Construction, Representation and Conception are the four faces of the tetrahedron that serves as a metaphor to reactivate the dynamic of geometric reasoning. Aligned in a solid and balanced form, these activities allow the enhancement in which the subject relates to space, both personally and professionally. Based in History, in Art, in Psychology and in Pedagogy, the present document is set under the form of a proposal for a Descriptive Geometry didactic, which improves the communication between hand and brain, in the reciprocal development of ideas and graphic representations. The teacher must consistently use and construct its professional distinction aiming at a target: teaching autonomy and creativity.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13713
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório Susana Brandão.pdf6,7 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.