Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13690
Título: Locus de controlo e autoconceito na toxicodependência
Autor: Veiga, Sónia Cristina Gomes
Orientador: Cunha, Eleonora
Data de Defesa: 24-Set-2012
Resumo: Este estudo tem como finalidade estudar as diferenças entre toxicodependentes em comunidade terapêutica e toxicodependentes em reinserção social relativamente ao Locus de Controlo de Saúde e ao Autoconceito, com recurso a uma amostra de 60 toxicodependentes abstinentes, recolhida no Centro de Solidariedade de Braga – Projeto Homem. Trata-se de um estudo inter-sujeitos e transversal. Os instrumentos utilizados foram: o Questionário Sócio - Demográfico para a caracterização da amostra, a Escala de Locus de Controlo de Saúde (LCS) para avaliar o locus de controlo e o Inventário Clínico de Auto – Conceito (ICAC) para avaliar o autoconceito. Os resultados obtidos no presente estudo revelam uma associação positiva entre a recaída e a dimensão internalidade de Locus de Controlo de Saúde, sendo um resultado muito importante. Não se encontrou diferenças significativas entre os grupos relativamente aos Locus de Controlo de Saúde, no entanto pela análise das médias os dois grupos tendiam a ser mais internos. Relativamente ao autoconceito, houve diferenças entre os grupos, sendo que o grupo de toxicodependentes da comunidade terapêutica, apresentam menor rejeição social, maturidade psicologia e autoeficácia e o grupo de toxicodependentes de reinserção social apresentam maior rejeição social, autoeficácia e maturidade psicológica. Relativamente à impulsividade não se encontraram diferenças significativas entre os grupos.
This study is intended to study the differences between drug addicts in terapeutic community and drug addicts in social reinstatement in relatively to Locus de Controlo de Saúde and of Autoconceito, using a sample of 60 abstinent drug addicts, collected at the Centro de Solidariedade de Braga – Projeto Homem. This is a transversal and inter-subject's study. The instruments used were: the Socio - Demographic Questionnaire to characterize the sample, the scale of the Health Locus of Control (LCS) to assess the locus of control and the Clinical Inventory of Self - Concept (ICAC) to evaluate the self-concept. The results of this study show a positive association between relapse and the internality dimension of the Health Locus of Control, being a very important result. There was no significant difference between groups with respect to the Locus Control Health, however the means for examining the two groups tended to be more internal. Relatively the self-concept, there were differences between groups, and the group of drug addicts in the therapeutic community, present minor social rejection, psychological maturity and self-efficacy and group of social reintegration of drug addicts exhibit higher social rejection, self-efficacy and psychological maturity. Relatively to impulsivity, no significant differences were found between groups.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13690
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf1,05 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.