Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13666
Título: Informatização das clínicas médico-dentárias da cidade de Viseu
Autor: Coelho, Pedro Francisco Ferreira
Orientador: Correia, André
Palavras-chave: Clínicas Médico-Dentárias
Informática Médico-Dentária
Internet
Programas de Gestão Clínica
Registos Clínicos Electrónicos
Dental Clinics
Dental Informatics
Dental Practice Management
Electronic Health Records
Internet
Data de Defesa: 11-Jul-2013
Resumo: Introdução: Ao longo das últimas décadas, a Informática Médico-Dentária tem vindo a contribuir para a melhoria do desempenho clínico dos Médicos Dentistas, através da introdução e aplicação dos computadores e das tecnologias da informação desenvolvidas especificamente para a Medicina Dentária. Objectivo: Analisar e avaliar o nível de informatização das clínicas de Medicina Dentária na cidade de Viseu e aferir opiniões, atitudes e considerações sobre a utilização dos sistemas informáticos e das tecnologias de informação. Material e métodos: Foi distribuído pessoalmente um questionário em suporte papel a todos os directores clínicos (n=78), das clínicas médico-dentárias, da cidade de Viseu. Este questionário continha 36 questões, que interpelavam as características da prática clínica médico-dentária, a utilização da Internet, de programas informáticos e das infraestruturas tecnológicas, para além da introdução, o armazenamento e o acesso a informações clínicas. Os dados recolhidos foram analisados estatisticamente através do software IBM® SPSS® Statistics v20.0. Resultados: A taxa de resposta foi de 78,8% (n=60). Todas as clínicas possuem computadores (67,2% possuem computadores chairside). As informações clínicas dos pacientes são maioritariamente registadas em suporte electrónico, apesar de 4 clínicas (6,6%) usarem apenas o registo em papel. Estes dados clínicos são geralmente introduzidos pelos Médicos Dentistas (77,2%), que consideram que a utilização clínica dos computadores contribui para a educação do paciente e melhora a eficiência da consulta. Por outro lado, são apontadas barreiras à utilização dos computadores nas clínicas devido à segurança dos dados clínicos, problemas no controlo da infeção cruzada e falhas no sistema informático. Conclusão: Actualmente, encontra-se disseminada a utilização do computador na prática clínica de Medicina Dentária na cidade de Viseu. Contudo, a informática ao nível dos cuidados médicos e dentários nomeadamente no que diz respeito ao registo de informações clínicas dos pacientes, apresenta ainda um grande potencial de desenvolvimento e evolução
Introduction: Over the last decades, Dental Informatics has improved the dental practice, not only by increasing the use of computers and other hardware, but also through the creation of certain programs to support clinical management and to help the improvement of the clinical procedures. Objective: Analyze and evaluate the level of computerization of dental clinics in Viseu and assess opinions, attitudes and considerations on the use of computer systems and information technology. Material and methods: Paper questionnaires were distributed in person, to all clinical directors of dental clinics in Viseu (n=78). The questionnaire had 36 questions, which addressed the characteristics of dental practice, the use of Internet, software and infrastructures technology, in addition to the introduction, storage and access to clinical information. The collected data was statistically analysed using IBM® SPSS® Statistics v20.0. Results: The response rate was 78,8% (n=60). All clinics have computers (67,2% has chairside computers). Clinical information is mostly electronically recorded, although 4 clinics (6,6%) use only paper record. Usually dentists introduce these clinical data (77,2%) and they believe that the clinical use of computers contributes to patient education and improves dental appointment’s efficiency. Nevertheless, dentists identified barriers to the use of computers in dental clinics due to the safety of clinical data, problems in crossed infection control and crashes into the computer system. Conclusion: Actually, clinical computing is disseminated in dental clinical practice. However, patient’s clinical information electronic registry still presents a great potential for development and evolution in dental informatics and, generally, in Dental Medicine.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13666
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Pedro Coelho.pdf1,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.