Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13584
Título: Envelhecimento ativo em relação ao género no concelho de Viseu
Autor: Pina, Olga Cristina Amaral
Orientador: Dias, Maria Olívia
Palavras-chave: Envelhecimento
Envelhecimento Ativo
Género
Aging
Active Aging
Gender
Data de Defesa: 30-Abr-2013
Resumo: Perante o progressivo envelhecimento da sociedade e o aumento da longevidade as questões relativas ao envelhecimento adquiriram um maior interesse e uma maior preocupação. Consequentemente emergiu a política social do envelhecimento, que pretende que os idosos sejam ativos, ou seja, que participem nas questões sociais, económicas, culturais, espirituais e cívicas. Neste sentido, esta investigação pretende aferir, se os idosos do concelho de Viseu têm acesso ao envelhecimento ativo e se não têm quais os motivos que os condicionam, assim como, verificar se existem disparidades entre géneros. E por outro lado verificar se ambos os sexos têm as mesmas oportunidades nesta área ou se há margem para descriminação social. Para isso, foi realizado um estudo transversal, descritivo, correlacional e não experimental, aplicando uma metodologia do tipo quantitativo. A amostra selecionada é do tipo não probabilístico por conveniência, constituída por 104 idosos do concelho de Viseu. O instrumento de medida utilizado foi um questionário construído para o efeito. Na globalidade deste estudo, podemos concluir que o envelhecimento ativo está bem implementado no concelho de Viseu, pois os idosos consideram-se ativos e com qualidade de vida, ainda gozam de autonomia física e dedicam-se a atividades de lazer, enquadrando-se na definição de envelhecimento ativo. A saúde e as questões económicas foram as principais condicionantes mencionadas pelos idosos. Quanto à questão de género, as mulheres demonstram ser mais ativas, mas não é uma disparidade significativa, assim como não se verificam diferenças discriminantes no acesso ao envelhecimento ativo.
Given the progressive aging society and increased longevity issues related to aging have gained greater interest and greater concern. Consequently emerged social policy of aging, you want the elderly to be active, participating in social, economic, cultural, spiritual and civic. In this sense, this research aims to gauge if the elderly in the municipality of Viseu have access to active aging and do not have the reasons that the condition, as well as check if there are gender disparities. And secondly verify that both sexes have the same opportunities in this area or is there room for social discrimination. For this, we conducted a cross-sectional, descriptive, correlational and not experimental, applying a quantitative methodology. The sample was of non-probabilistic by convenience consisted of 104 elderly in the municipality of Viseu. The measuring instrument used was a questionnaire constructed for this purpose. Overall this study we can conclude that active aging is well implemented in the municipality of Viseu, since the elderly are considered assets and quality of life, yet enjoy autonomy and physical dedicated to leisure activities and it fits the definition active aging. The health and economic issues were the main constraints mentioned by the elderly. On the issue of gender, women are shown to be more active, but there is a significant disparity, as well as do not occur discriminating differences in access to active aging.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13584
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DEGS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
envelhecimento ativo em ralação ao género no concelho de veiseu.pdf1,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.