Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13579
Título: Halitose - Estudo observacional em pacientes da clínica universitária
Autor: Duque, Iolanda Inês Amaral
Orientador: Araújo, Filipe
Bexiga, Filipa
Palavras-chave: Halitose
etiologia
doença periodontal
placa bacteriana
teste organoléptico
Halitosis
etiology
periodontal disease
plaque
organoleptic test
Data de Defesa: 16-Out-2013
Resumo: INTRODUÇÃO: A formação de placa bacteriana no dorso da língua é um fenómeno comum em pacientes com patologia periodontal bem como em indivíduos saudáveis. Esta película é constituída por bactérias, grandes quantidades de células epiteliais descamadas, sangue, restos alimentares e leucócitos provenientes das bolsas periodontais. Halitose é o termo utilizado para definir um odor desagradável no hálito, que pode ou não estar relacionado com fontes orais ou não orais e que não é facilmente reversível por hábitos comuns de higiene oral. Está presente em 6-23% da população mundial, afeta a autoestima e qualidade de vida dos indivíduos e a sua etiologia tem vindo a ser alvo de pesquisa. OBJETIVOS: Com este estudo observacional pretendeu definir-se os principais factores etiológicos da halitose, avaliar a relação da halitose com a doença periodontal, bem como abordar formas de tratamento, controlo e prevenção. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram selecionados 50 pacientes numa primeira consulta de Medicina Dentária da Clínica Dentária Universitária, tendo em conta critérios de inclusão/exclusão definidos. A recolha de dados fez-se através da observação clínica intraoral, realização de um teste organoléptico e aplicação de um questionário de resposta simples com 37 perguntas, 5 abertas e 32 fechadas, onde se avaliaram, entre outros, a história médica, dieta e hábitos de higiene oral. A análise estatística posterior foi efetuada com recurso ao programa IBM SPSS® Statistics v21. RESULTADOS: Existe uma relação estatisticamente significativa entre a halitose e algumas variáveis estudadas, como a idade, medicação, utilização de auxiliares de higiene, presença de patologia periodontal, hemorragia gengival à sondagem e presença de biofilme em algumas zonas linguais. CONCLUSÕES: Para uma correta abordagem desta patologia, importa diminuir a carga bacteriana e/ou remover os seus factores etiológicos. Além disso, é essencial uma simbiose entre o médico dentista e médicos de outros ramos da medicina
INTRODUCTION: The formation of plaque on the tongue dorsum is a common phenomenon not only in patients with periodontal disease as well as in healthy subjects. This biofilm consists of bacteria, large amounts of desquamated epithelial cells, blood leukocytes and food debris from periodontal pockets. Halitosis is the used term to describe an unpleasant odor of the breath that may or may not be associated to oral or non-oral sources and which is not easily reversible by common oral hygiene habits. It is present in 6-23% of the world population, affecting self-esteem and quality of life of those individuals. Its etiology has been the target of several researches. OBJETIVES: In this observational study was intended to define the main etiological factors of halitosis, evaluate its relationship with periodontal disease as well as address forms of treatment, control and prevention. MATERIAL AND METHODS: We selected 50 patients on the first appointment of dentistry in the Clínica Dentária Universitária, taking into account the inclusion/ exclusion criteria. The data collection was made through clinical intraoral evaluation, performing a sensorial test and application of a simple questionnaire with 37 questions, 5 closed and 32 open, evaluating (among others) medical history, diet and oral hygiene habits. The subsequent statistical analysis was performed using the program SPSS ® Statistics v21. RESULTS: There is a statistically significant relationship between halitosis and some variables, such as age, medication, use of auxiliary methods of hygiene, presence of periodontal disease, gingival bleeding on probing and presence of biofilm in some lingual areas. CONCLUSIONS: For a correct approach to this pathology, it should be decreased the bacterial load and / or removed the etiological factors. Furthermore, a symbiosis between the dentist and doctors from other branches of medicine is essential
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13579
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese - Iolanda Duque.pdf2,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.