Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13572
Título: Os conhecimentos, perceções e estratégias dos docentes do 1º e 3º Ciclos do Ensino Básico face à PHDA
Autor: Simão, Sofia Alexandra Simões
Orientador: Campos, Sofia
Palavras-chave: Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção
Perceções
Docentes
Conhecimento
Atitudes
Knowledge of Attention Deficit Hyperactivity Disorder
Perception
Teachers
Knowledge
Attitudes
Data de Defesa: 26-Abr-2013
Resumo: A PHDA é uma perturbação neuro comportamental mais frequente em crianças em idade escolar e a que mais preocupa os professores no contexto sala de aula, em virtude de esta ter um impacto negativo na vida escolar de inúmeras crianças. Normalmente estas crianças apresentam uma agitação motora excessiva, são muito impulsivas, revelam falta de atenção e concentração. O presente estudo pretende analisar e compara as perceções, atitudes, conhecimento e estratégias dos professores do 1º e 3º Ciclos em relação às crianças com PHDA. Optamos pelo questionário, como instrumento de recolha de dados, em virtude de nos parecer o mais adequado ao nosso propósito, uma vez que a sua utilização é feita de uma forma impessoal. A nossa amostra é constituída por 150 professores que foram selecionados por conveniência. O estudo enquadra-se no paradigma de investigação quantitativa, uma vez que necessitamos de proceder a uma apresentação e sistematização de dados que consideramos fiáveis. Os resultados obtidos mostram que os professores têm um conhecimento insuficiente acerca da PHDA. De uma forma geral, verificou-se que os inquiridos consideram que as causas da PHDA estão ligadas a fatores genéticos. Segundo os professores a PHDA gera impacto a nível do contexto escolar. São as dificuldades de aprendizagem, as dificuldades na relação com os seus pares, as dificuldades em manter a atenção nas tarefas e atividades e a sua distração que provocam uma maior desadaptação destas crianças no contexto sala de aula. Na relação pedagógica junto destas crianças, os professores privilegiam a utilização de estratégias educativas específicas, tais como, a utilização de tarefas curtas e bem definidas, supervisão frequente do trabalho e organização da sala de aula. Os resultados apurados relativamente à comparação entre ciclos verificamos que existem diferenças no que diz respeito ao profissional que deve realizar o diagnóstico, pois os docentes do 1º ciclo consideram o Psicólogo o principal profissional enquanto os docentes do 3º ciclo acha ser o médico. Tudo o resto não existe grande discrepância entre os ciclos.
The ADHD is one of the most common childhood disorders and that worries teachers within the classroom, because it has an undeniable impact on the school children’s lives. Usually these children have difficulty to staying focused and paying attention, difficulty in controlling behavior an excessive restlessness. They are very impulsive and show lack of attention and concentration. This study aims to analyze and compare the perceptions, attitudes, strategies and effective teaching practices of the 1st and 3rd cycles towards children with ADHD. In our study we chose the questionnaire as a tool for data collection, due to appear in the most suitable for our purpose, since its use is made of an impersonal way. Through this project, based on action research methodology, our sample consists of 150 teachers who were selected by interest, utility and availability. The results show that teachers have insufficient knowledge about ADHD. The conclusions of this assignment reveal that, due to ADHD causes are linked to genetic factors. According teachers, ADHD generates impact on the school context. They have a sort kind of difficulties, particularly in relationships with peers, difficulties sustaining attention, in tasks and activities that cause distraction and its greater mismatch of these children within the classroom. In his practice to these children, teachers emphasize the use of specific educational strategies such as the use of short, well-defined tasks, frequent supervision of the work and organization of the classroom. The results obtained concerning the comparison between cycles we found that there are differences with respect to the professional who must make the diagnosis, since the 1st cycle teachers consider the main Psychologist professional teachers while the 3rd cycle thinks being a doctor. Everything else there is great discrepancy between cycles.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13572
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DEGS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese quase no final-.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.