Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13565
Título: Dental implant surface modifications and osteointegration
Autor: Toledo, Valentina Andrea Ormazabal
Orientador: Oliveira, Ana Leite
Palavras-chave: Dental
Implant
Surface
Osteointegration
Osseointegration
Dental
Implante
Superfície
Osteointegração
Osseointegração
Data de Defesa: 9-Out-2013
Resumo: Osteointegration can be defined as the direct contact between the living bone and the implant surface without interposed soft tissue at the microscope level and it is a critical process to guarantee implant stability and consequent short and long term clinical success. Several factors are known to influence the efficiency of the osteointegration: bone status; loading conditions; implant design and material; implant surface and surgical technique. Surface conditions are particularly important as they play a major role in the osteointegration process. Several characteristics among implant surface, such as surface composition, physic-chemical properties, surface wettability and roughness influence the rate and quality of osteointegration. Over the past three decades, the use of dental implants raised exponentially and widely expanded among the dental manufactures. The growing interest in improving the dental implant/bone interface has been addressed through the use of several techniques available for the modification of the surfaces dental implants in order to induce bioactivity. Different surface properties can induce different gene and protein expression in the osteogenic cells and also different structural and biomechanical properties to the surrounding mineralized tissue. This can result in different speed, quantity and quality of peri-implant bone formation. Nowadays, a growing aspect of endosseous implant surface research is focused on further enhancing the activity of bone forming cells at the tissue implant interface through the understanding of the fundamental processes at the interface between implant surfaces and surrounding living tissues. The goal of this study is to review the contemporary knowledge about the influencing factors affecting the osteointegration process of dental implants, analyze the currently available techniques for implant surface modification and their limitations, and also discuss the future trends in surface bioengineering and nanotechnology for improving the osteointegration and consequently enhance their biological performance.
A osteointegração, definida como sendo o contato direto estabelecido entre o tecido ósseo e a superfície de um implante com carga funcional, desconsiderando a interposição dos tecidos moles, é considerada como sendo uma fator crítico na manutenção da estabilidade do implante e, consequentemente, do seu sucesso clínico a curto e longo prazo. Vários são os fatores que influenciam a eficácia da osteointegração: o status do osso, as condições de carga, a anatomia e material do implante, as propriedades da sua superfície e a técnica cirúrgica utilizada. As propriedades da superfície do implante são um fator relevante no processo de osteointegração, na medida em que são várias as características das superfícies que afetam a quantidade, qualidade e a rapidez de concretização deste fenómeno. Sejam elas, a constituição da superfície, as propriedades físico-químicas, a molhabilidade e a rugosidade. A utilização de implantes dentários tem vindo a aumentar exponencialmente nas últimas três décadas, o que deu origem a uma rápida expansão do seu mercado. O crescente interesse em melhorar a qualidade da sua interface com o tecido ósseo, tem levado a desenvolver várias técnicas de modificação das superfícies implantares, procurando desta forma, induzir a sua bioatividade. Diferenças nas propriedades da superfície dos implantes revelam ter influência na expressão génica e na ação proteica ao nível das células osteoblásticas resultando, desta forma, em diferenças qualitativas e quantitativas na formação do tecido ósseo peri-implantar. Atualmente, os avanços na investigação de superfície de implantes endo-ósseos visam melhorar a atividade de células osteoblásticas na interface osso-implante. O objetivo do presente estudo consiste numa revisão do conhecimento atual sobre os fatores que influenciam o fenómeno da osteointegração, na análise das técnicas de modificação de superfície mais utilizadas, bem como das suas limitações. Pretende também discutir novas orientações em áreas como a nanotecnologia e bioengenharia de superfícies, avaliando de que forma podem estas áreas melhorar o seu desempenho clínico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13565
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE FINAL final.pdf1,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.