Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13467
Título: A coparentalidade e o apoio social, em situação de rutura conjugal e o ajustamento dos filhos : estudo com famílias multidesafiadas, com filhos em idade pré-escolar
Autor: Verças, Ana Rita Ventura
Orientador: Pereira, Ana Isabel
Francisco, Rita
Palavras-chave: Rutura Conjugal
Divórcio
Separação Parental
Famílias Multidesafiadas
Coparentalidade
Apoio Social
Ajustamento da Criança
Mediação Social e Familiar
Idade Pré-escolar
Marital Dissolution
Divorce
Parental Separation
Multi-challenged
Families
Coparenting
Social Support
Children´s Adjustment
Family and Social Mediation
Preschool Children
Data de Defesa: 1-Out-2012
Resumo: Esta investigação consiste num estudo misto, cujo objetivo principal é perceber a relação entre a coparentalidade e o apoio social no ajustamento da criança, em famílias multidesafiadas em situação de rutura conjugal. Participaram no estudo quantitativo 98 crianças em idade pré-escolar e 78 pais (48 mães e 30 pais), que frequentavam uma IPSS do Concelho de Cascais. O protocolo de investigação foi constituído por um questionário sociodemográfico, o questionário da coparentalidade de Margolin et al. (2001), o questionário medical outcomes study social support survey (MOS-SSS; Sherbourne & Stewart, 1991) e o questionário de capacidades e dificuldades (SDQ; Goodman, 1997). Desta amostra, foi selecionado um sub-grupo de 10 mães, que constituíram, numa segunda fase, a amostra do estudo qualitativo, respondendo a uma entrevista semiestruturada e preenchendo o esquema “convoy model” (Kahn & Antonuci, 1980). Os resultados de ambos os estudos permitiram perceber que existe influência da coparentalidade e do apoio social no ajustamento da criança ao divórcio. As crianças cujos pais apresentam níveis mais elevados de conflito têm maiores dificuldades, comparadas com crianças cujos pais apresentam níveis mais elevados de cooperação e comunicação. As mães cujas redes de apoio são maiores e que fornecem tipos de apoio mais diversificados apresentam níveis mais elevados de cooperação, e os seus filhos não apresentam dificuldades, de acordo com o SDQ. Percebeu-se que os fatores relacionados com o ajustamento da criança ao divórcio ou separação dos pais são diversos e o seu impacto é visível, quando estes atuam em conjunto. A idade da mãe revelou-se um fator de influência na coparentalidade e ajustamento dos filhos, no sentido em que as mães com mais de 30 anos apresentam maiores níveis de cooperação e comunicação com o excônjuge, quando comparadas com mães com menos de 30 anos. As dificuldades económicas da mãe, o apoio material e ao nível dos tempos livres (da parte do pai) e o tempo que a mãe passa com a criança são alguns dos indicadores importantes para a adaptação da criança à separação/divórcio. Foram definidas algumas linhas de orientação no âmbito da mediação social e familiar nestes contextos de pobreza.
The main objective of this mixed research is to understand the relationship between coparenting and social support in the adjustment of children in situations of marital dissolution multi-challenged families. Ninety eight preschool children and 78 parents (48 mothers and 30 fathers) were recruited in an IPSS of Cascais and took part in the quantitative study. The research protocol consisted of a sociodemographic questionnaire, the questionnaire of coparenting (Margolin et al., 2001), the Medical Outcomes Study Social Support Survey (MOS-SSS; (Sherbourne & Stewart, 1991) and the Strengths and Difficulties Questionnaire (SDQ; Goodman, 1997). In a second step, a sub-group of 10 mothers, from the original sample, were selected for the qualitative study. This sub-group answered to a semistructured interview and completed the "convoy model" scheme (Kahn & Antonuci, 1980). The results from both studies suggest an influence of coparenting and social support in the child adjustment to divorce. Children whose parents have higher levels of conflict have greater difficulty, compared with children whose parents have higher levels of cooperation and communication. Mothers whose support networks are larger and provide more diverse support have higher levels of cooperation, and their children have no difficulties, according to the SDQ. It was noticed that the factors related to child adjustment to divorce or parental separation are various and their impact is visible when occurring together. Maternal age proved to be a factor influencing the coparenting and child adjustment, in the sense that mothers with more than 30 years have higher levels of cooperation and communication with the ex-spouse, compared to mothers under 30 years. Mother’s economic difficulties, father’s financial support and support during leisure time, combined with the time that the mother spends with the child are some of the important indicators for the child's adjustment to separation/divorce. Some guidelines were defined about social and family mediation in poverty contexts.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13467
Aparece nas colecções:ICF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Mestrado Ana Rita Verças.pdf8,97 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.