Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13418
Título: A promoção da esperança em fim de vida : avaliação da efetividade de um programa de intervenção em pessoas com doença crónica avançada e progressiva
Autor: Querido, Ana Isabel Fernandes
Orientador: Dixe, Maria dos Anjos Coelho Rodrigues
Palavras-chave: Esperança
conforto
Qualidade de vida
Enfermagem
Hope
comfort
quality of life
Nursing
Data de Defesa: 2013
Resumo: A Esperança é essencial na experiência de viver com a doença crónica avançada e progressiva. Manter a esperança em situações de sofrimento físico, psicológico, espiritual e social requer uma gestão das condições facilitadoras e inibidoras da esperança, num equilíbrio que pode ser muito difícil conseguir sem a ajuda de profissionais competentes. A promoção da esperança enquanto foco da área de atenção de Enfermagem é imperativa na prática dos enfermeiros que cuidam de doentes em situação de fim de vida, capaz de produzir resultados no aumento do conforto e da qualidade de vida. No entanto as intervenções dirigidas à promoção da esperança são frequentemente inespecíficas na sua natureza, pouco adaptadas às reais necessidades dos doentes e de efeito difícil de avaliar. Com o objetivo de desenvolver e testar um programa de promoção de esperança para as pessoas com doença crónica avançada e progressiva, realizou-se este trabalho composto por quatro estudos: - O primeiro permitiu adaptar à realidade portuguesa e validar os instrumentos de medida de esperança (HHI) conforto (HCQ) e qualidade de vida (MQOL) numa amostra de 205 doentes em fase paliativa em diferentes contextos. Os resultados permitiram obter instrumentos válidos, com boas capacidades psicométricas, capazes de medir a eficácia de intervenções nestas variáveis; - O segundo visou o estudo das características da esperança, conforto e qualidade de vida (QV) na mesma amostra, para identificar a relação entre estas variáveis e os fatores mediadores. Os resultados permitiram identificar as necessidades de esperança dos doentes e as condições sociodemográficas e clínicas influentes na sua esperança, que foram tidos em consideração na criação do programa de intervenção. O objetivo do terceiro estudo foi construir um programa de intervenção de Enfermagem para promover a esperança a partir da revisão da literatura e dos resultados do estudo anterior. O Programa de Promoção de Esperança (PPE) cumpre as premissas das intervenções de enfermagem efetivas. No quarto estudo testou-se a efetividade do PPE nas variáveis esperança, conforto e QV, num desenho experimental longitudinal do tipo préteste – pós teste ao longo de um mês. A amostra de 26 doentes em fase paliativa foi randomizada em dois grupos equivalentes e a aplicação do programa foi realizada no domicílio a um dos grupos. Os resultados são favoráveis à efetividade do PPE na promoção da esperança, com efeitos positivos no conforto e na QV. Os resultados contribuem para uma prática mais efetiva, um ensino mais dirigido às intervenções autónomas e para uma investigação mais produtiva.
Hope is essential in the experience of living with advanced chronic disease. Maintaining hope in situations of physical, psychological, spiritual and social suffering requires expertise in managing hope enabling and inhibiting factors’. Its’ balance can be very difficult to achieve without the help of professionals, nurses in particular. The focus on hope promotion is imperative in caring for patients at end of life. Fostering hope in patients can result in comfort and quality of life. However interventions designed to promote hope are often nonspecific in its nature, and often don’t address the real needs of patients. On the other hand, as they are nonspecific, their effectiveness is hard to measure. Aiming to develop and test a program to promote hope for people with advanced disease, we conducted four studies The first was a cross cultural validation into Portuguese of HHI to measure hope; HCQ to measure comfort, and MQOL to measure quality of life in a sample of 205 palliative patients in different contexts. The results confirm that the all Portuguese versions are valid good psychometric properties. They fit the culture and are suitable for measuring the effectiveness of nursing interventions. The second study aimed to characterize hope, comfort and quality of life (QOL) in the same sample, to identify the relationship between these variables and their mediators. The results allowed us to identify the needs of patients regarding hope promotion and identify socio demographic and clinical variables that impact in their hope. These factors were taken into consideration and incorporated in the design of the intervention program. The objective of the third study was to construct a program of nursing intervention to promote hope from the literature review and the results of the previous study. The Hope Promotion Program (EPP) satisfies the assumptions of nursing interventions effective. In the fourth study we tested the effectiveness of PPE variables in hope, comfort and QOL, in a longitudinal experimental design (pretest-post test) over a month. A sample of 26 palliative patients was randomized into two equivalent groups. The intervention took place at patients home. The results indicate that PPE is effective in promoting hope, improving comfort and QoL. The results contribute to a more effective practice, nursing education using autonomous intervention and to a better research.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13418
Aparece nas colecções:ICS(L) - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Temporario.pdf9,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.