Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13341
Título: A escola e as diferenças : os cursos de educação e formação
Autor: Castro, Maria Carolina Ribeiro Lima Almeida Dias de Castro
Orientador: Araújo, Joaquim Machado de
Palavras-chave: Diversidade
Políticas Educativas
Educação
Formação
Qualificação
Diversity
Education Policies
Education
Training
Qualification
Data de Defesa: 10-Abr-2013
Resumo: Nas últimas décadas, o acesso à escola de todos os jovens e o prolongamento da escolaridade básica colocaram no seu interior questões que até então lhe eram estranhas, desafiando o sistema educativo a responder eficazmente aos problemas decorrentes da heterogeneidade sociocultural dos estudantes. A escolaridade obrigatória veio desocultar aspetos reveladores de que, embora retoricamente a escola se reclame para todos, na realidade é desigual o uso dos bens que ela proporciona. Se, à partida os alunos já se encontram diferentemente posicionados, o funcionamento da escola, os currículos, as respostas dadas às necessidades dos alunos e as práticas pedagógicas, entre outros mecanismos, tendem a potenciar essas diferenças iniciais. A implementação de medidas educativas destinadas a combater o fracasso, o abandono escolar e a entrada no mercado de trabalho de mão de obra jovem e desqualificada implica que, dentro da mesma escola, coexistam diferentes modalidades de valor simbólico diferente que intervêm como obstáculo à realização do princípio de igualdade de oportunidades de acesso e de uso dos bens educativos. Nesta investigação, estudamos os cursos de educação e formação (CEF), uma modalidade exclusivamente destinada a certas categorias da população escolar, com o objetivo de compreender o modo como a escola se organiza para construir a oferta CEF, apreciando a distância entre o que as políticas educativas preconizam e os seus resultados reais numa escola situada no meio rural de um concelho do norte interior.
Over the last decades, access of all young people to education and the extension of basic education have posed new questions to school, challenging the education system to respond effectively to the problems brought about by the students’ socio-cultural heterogeneity. Compulsory education has uncovered aspects which reveal that, although school rhetorically claims to be for all, the use of the resources it provides is in fact unequal. Students come from different backgrounds and the functioning of school, the curricula, the responses given to students’ needs and pedagogical practices, among other mechanisms, tend to accentuate those initial differences. The implementation of educational measures to fight against failure, school dropout and the entry of unqualified young people into the labour market implies the coexistence in the same school of different modalities with different symbolic value which hinder the realization of the principles of equal opportunities to access and use of educational resources. In this research we studied Education and Training Courses (Cursos de Educação e Formação - CEF), a modality which is exclusively intended for specific school student population categories. Our aim was to understand the way school organizes itself to build this type of course, assessing the gap between what is prescribed by education policies and the real outcomes in a school located in a rural area of an interior northern municipality.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13341
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FCS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_MCRLA.pdf1,64 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.