Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13222
Título: Redes sociais e cientificas em medicina dentária : parâmetros e recursos informáticas necessários para otimizar as colaborações cientificas
Autor: Patrão, Pedro Mauricio
Orientador: Correia, André
Marques, Tiago
Palavras-chave: Rede Social
Medicina Dentária
Colaboração
Web 2 0
Social Network
Dentistry
Collaboration
Web 2 0
Data de Defesa: Set-2012
Resumo: Introdução: Hoje em dia a tecnologia está em constante evolução, particularmente as designadas de “Web 2.0”, onde se inserem as redes sociais online. Estas, ao infiltrarem-se no campo da Saúde - fenómeno denominado de “Medicina 2.0”, devidamente exploradas possibilitam imensos benefícios tanto para o saúde do público geral como para as colaborações científicas. Objectivos: Analisar a utilização das redes sociais online e comunidades de investigadores pelos Docentes de Medicina Dentária da Universidade Católica Portuguesa. Contribuir para a optimização da colaboração online em Medicina Dentária, e, simultaneamente, facilitar a descoberta de colaboradores via ditas redes. Material e Métodos: O questionário foi entregue a 58 docentes de modo a averiguar a utilização de redes sociais e científicas online, bem como comunidades de investigadores; pesquisa de colaboradores; resolução de problemas; necessidades e consequentes métodos de pesquisa de informação e disponibilidade para aderir a uma futura rede social do I.C.S.-U.C.P.. Os resultados foram maioritariamente analisados por uma análise descritiva. Resultados: A maioria dos docentes da U.C.P. pertence à rede social Facebook® (97,6%), utilizando este tipo de redes principalmente para comunicar com amigos (73,2%) e colegas (65,9%). O principal fim das suas pesquisas online destinava-se a localizar artigos (87,8%), com mais de metade da amostra a reservar menos de 5 horas semanais para investigações (56,3%). Obteve-se uma média de aproximadamente 8 colaboradores, por docente, em 2010, maioritariamente provenientes do mesmo departamento da U.C.P. (75%) com o intuito de publicar artigos científicos (63,6%). A quase totalidade dos docentes afirmou estar disposto a aderir à rede I.C.S.-U.C.P. (91,8%). Conclusão: É urgente desenvolver a investigação em Medicina Dentária na U.C.P. potenciando a colaboração intra e inter-universitária. Apesar de a maioria dos docentes utilizar redes sociais, a sua aplicação na investigação é reduzida. A colaboração através de redes online requer um desenvolvimento centrado no utilizador, focando-se nas suas ligações sociais e no seu Curriculum Vitae, incorporando o máximo de tecnologias “Web 2.0” para o efeito. A análise dos questionários sustenta a hipótese de criar uma rede online do I.C.S.-U.C.P. com o intuito de melhorar a colaboração científica, promovendo o desenvolvimento da Universidade Católica Portuguesa
Background: Nowadays technology’s in constant evolution, specially the “Web 2.0” ones where online social networks can be found. The phenomenon known as “Medicine 2.0”, in which these technologies overlap with the field of Medicine, has yielded many benefits towards not only better general healthcare but also better scientific collaborations. Objectives: The aim was to determine the U.C.P.’s faculty online social network habits and to optimise the online collaboration within Dentistry, while making it easier to find collaborators on these networks. Material and methods: A survey was designed and administered to 58 members of the target-audience in order to study their online habits (in social networks as well as communities of practice), along with past collaborations, problem-solving measures, information searching techniques and willingness to join an I.C.S.-U.C.P. online network. The statistical analysis was mainly descriptive in nature. Results: Almost all of the 49 respondents (84% response rate) were on Facebook® (97,6% of the respondents) and used it mainly to communicate with friends (73,2%) and colleagues (65,9%). Over half the respondents (56,3%) used less than 5 weekly hours to investigate online and most of them searched scientific articles (87,8%). In 2010, they had an average of 8 collaborators per respondent whom were mostly from the same faculty department (75%) and the collaboration’s main goal was publishing a scientific article (63,6%). Almost all of them were willing to join the I.C.S.-U.C.P. network (91,8%). Conclusions: There’s an urgent need to develop U.C.P.’s Dentistry investigations as to a enhance intra and inter-university collaborations, since most of the faculty uses social networks but almost no-one uses them with an investigative purpose. Online collaborations require a user-centred approach, focusing on social connections and the Curriculum Vitae, as well as incorporating “Web 2.0” technologies whenever possible. Finally, the survey’s analysis supports the creation of the I.C.S.-U.C.P. online network in order to improve said collaborations and promote the University’s growth.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13222
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação a Mestrado - Pedro Patrão Setembro 2012.pdf946,37 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.