Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13194
Título: Direção espiritual, experiência mística e destino hagiográfico: Frei Bernardino das Chagas e a Venerável Maria do Lado
Autor: Jacquinet, Maria Luísa
Palavras-chave: Santidade
Espiritualidade
Maria do Lado
Frei Bernardino das Chagas
Mosteiro do Louriçal
Holiness
Spirituality
Monastery of Louriçal
Data: 2013
Editora: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa
Citação: JACQUINET, Maria Luísa – Direção espiritual, experiência mística e destino hagiográfico: Frei Bernardino das Chagas e a Venerável Maria do Lado. Lusitania Sacra. Lisboa. ISSN 0076-1508. 2ª S. 28 (Jul. - Dez. 2013) 73-93
Resumo: Apartando‑se da questão da bondade intrínseca da experiência devota de Maria do Lado (1605‑1632), o presente artigo procura analisar, segundo critérios e coordenadas do saber histórico, o percurso de perfeição da beata louriçalense, ilustrando, no quadro da espiritualidade da época Moderna, a compaginação entre a aspiração à bem‑aventurança, o papel da direção espiritual na condução do foro íntimo da consciência e a mística como veículo e penhor de santidade. Movendo‑se invariavelmente na charneira entre ortodoxia e heterodoxia e concitando a vigilância da autoridade eclesiástica, mas logrando, muito embora, resultar na fundação de uma família religiosa, o caso assume, na sua complexa riqueza, a interpelação do sentido e limites da confissão enquanto (e porquanto) relação humana, da contingência dos instrumentos e mecanismos de disciplinamento moral e social, em suma, da historicidade inerente a modelos e critérios de santidade.
Moving away from the issue of the intrinsic goodness of Maria do Lado’s devout experience (1605 ‑1632), the present paper aims at analysing, according to historical knowledge criteria and references, the path to perfection of the Blessed from Louriçal, illustrating, within the bounds of spirituality of the Modern Era, the connection between aspiration to blessedness, the role of spiritual direction in guiding the soul and the mystic as a medium and pledge of sanctity. Moving invariably between orthodoxy and heterodoxy and rousing the vigilance of the ecclesiastical authority, but nevertheless achieving the foundation of a religious family, the case assumes, in its complex richness, the interpellation of the meaning and the limits of confession as a human relationship, of the contingency of instruments and mechanisms of moral and social discipline, in short, of the inherent historicity of holiness models and criteria.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13194
ISSN: 0076-1508
Aparece nas colecções:RLS - Tomo 028 (2013)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LS_2013(28)_73-93.pdf229,9 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.