Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13186
Título: O casal na perspectiva relacional-simbólica e a qualidade conjugal : uma análise conceptual e metodológica
Autor: Peixoto, Ricardo Jorge de Oliveira Pinto
Orientador: Raguso, Fabrizia
Data de Defesa: 9-Mar-2012
Resumo: Este trabalho aborda o casal de dois ângulos diferentes, o da Perspectiva Relacional- Simbólica e o dos estudos da Qualidade Conjugal, tendo como objectivos o confronto de conceitos apresentados nas duas formas de estudo, compreender de que forma se aproximam ou não, fazer uma reflexão crítica dos estudos da Qualidade Conjugal e apresentar o instrumento Entrevista Clínica Generacional, com potencial para ultrapassar grande parte dos problemas apontados aos estudos da Qualidade Conjugal. Conclui-se que a metodologia dos estudos da Qualidade Conjugal não se adequa ao estudo da família porque não têm em conta a relacionalidade, nem a forma como os cônjuges se influenciam mutuamente, nem as dinâmicas do casal, não permitindo a compreensão do casal na sua totalidade. Conclui-se que o instrumento apresentado tem respostas a vários problemas identificados, nomeadamente no que diz respeito à metodologia, na forma como leva a que o estudo seja efectivamente da família e não relacionado com a família e na questão da relacionalidade da família. Além disso, permite aceder a níveis de informação que os estudos da Qualidade Conjugal não conseguiram, nomeadamente a história progressiva e expectativas inconscientes, bem como levar a que o casal se confronte e possa fazer descobertas recíprocas.
This work approaches the couple from the Relational-Symbolic Perspective and the Marital Quality studies angle, having as objectives to confront the concepts presented in both kinds of research, to understand if the concepts used are similar in each research kind, to critically reflect uppon Marital Quality research and to present the instrument “Entrevista Clínica Generacional”, that has the potential to overcome the majority of problems pointed out to Marital Quality Research. It is concluded that Marital Quality research methodology is not suitable to family studies as they don’t consider the couple’s relational nature, nor the way spouses mutually influence, nor couples dynamics, which does not allow to understand the couple completely. It is concluded that the presented instrument has solutions to many of the identified problems, such as methodology issues, its capability to allow the research to be, indeed, family research instead of family related studies and the relational issues. Besides, it allows to access levels of information that the Marital Quality research doesn’t, namelly the couple’s progressive history and unconscious expectations, as well as it allows the spouses to confront themselves and make reciprocal discoveries.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13186
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FF - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TeseMestrado_RicardoPeixoto.pdf1,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.